Ignorância

8 / 89

O guarda-chuva

Um homem estava a beber uma cerveja num bar, quando chega outro homem que começa a falar com ele:

- O senhor esteve aqui há três meses!

- Pode ser, mas como é que você tem certeza disso? - pergunta intrigado o homem.

Explica o primeiro:

- Reconheci pelo guarda-chuva!

Responde o segundo:

- Mas há três meses eu nem tinha este guarda-chuva!

E diz o primeiro:

- Mas eu tinha!

Mais anedotas de ignorância

73 / 89

Alpinista cai

Três alpinistas escalam uma montanha, quando um deles cai num buraco.

Um dos companheiros grita-lhe:

- Está tudo bem? Não te magoaste?

- Não! Não! - responde uma voz lá do fundo.

- Mas o buraco parece fundo! Tens a certeza de que estás bem?

- Sim! - responde a voz ainda mais lá do fundo. - Por enquanto estou bem porque ainda não cheguei ao fundo do buraco.
63 / 89

Imediato! O meu casaco vermelho!

O capitão do navio encontra-se no seu camarote quando o imediato lhe vem dizer que avistaram um navio pirata que vem na sua direção. O capitão sobe até ao convés, observa o navio ao longe com um telescópio e diz:

- Traz-me o meu casaco vermelho.

O imediato pergunta:

- Casaco vermelho? Mas… para quê? - Vamos combater daqui a nada.

- Se eu for ferido, não quero que a minha tripulação veja o meu sangue e se amedronte. Quero que combatam até ao fim sabendo que vamos ganhar!

O imediato vai buscar o casaco e a tripulação é vitoriosa na batalha. Passado uma semana o imediato torna a chamar o capitão por causa de outro navio pirata. O capitão torna a observar o navio, verifica que este é maior e diz:

-Traz-me o meu casaco vermelho e as minhas calças vermelhas. O imediato assim faz, o capitão veste-se e travam nova batalha. Uma vez mais, são vitoriosos. Duas semanas depois o imediato torna a chamar o capitão para ver mais um navio pirata. O capitão observa o navio ao longe e repara que este é de um tamanho colossal. Diz o capitão:

- Imediato… traz-me as minhas calças castanhas…
53 / 89

Porque razão?

Numa cidade do interior, o presidente da Câmara vai ter com um famoso advogado.

- Doutor - começa ele - segundo informações do nosso departamento financeiro o senhor teve uma renda no ano passado de quase 1 milhão de euros, é verdade?

- Sim, é verdade - confirma o advogado.

- E segundo esse mesmo departamento o senhor não fez nenhuma contribuição às nossas obras sociais.

- Isso também é verdade, presidente. Mas, me diz uma coisa, o seu departamento financeiro não lhe informou que a minha mãe morreu de cancro o ano passado e que a conta do hospital ficou em quase 200 mil euros?

- Nã... nã... não, doutor!

- E também não lhe informaram que o meu irmão sofreu um acidente e está paraplégico, tem seis filhos pequenos e a família não tem renda nenhuma?

- Nã... não... me informaram, doutor!

- E também não lhe informaram que a minha irmã perdeu a sua casa, o seu carro e todos os seus móveis numa cheia?

- Não, não sabia, desculpe-me... eu...

- E se eu não dei nenhum cêntimo para eles, você acha que eu vou dar para as suas obras sociais?

Aleatórias

São todos do mesmo

18-06-2014 17:44, por Daniel

Um rapaz poupado

23-07-2015 15:34, por Daniel

Matemática

23-07-2015 15:35, por anónimo

Calma!

06-09-2015 13:00, por Daniel

Nevoeiro

02-08-2016 18:05, por Daniel

Um beijinho inocente

15-12-2017 12:50, por Daniel

Estava escrito!

15-12-2017 12:52, por Daniel
www.000webhost.com