Anedotas Club

Anedotas de Polícia

11 / 14

Declaramos guerra!

Após consulta parlamentar sobre a invasão do espaço aéreo português, Portugal enviou uma mensagem à Rússia!

- Russos, declaramos-vos guerra: temos 85 tanques, 40 não andam por falta de combustível, 27 caças, 4 navios, 2 submarinos e 5.221 soldados!

O estado russo já respondeu:

- Aceitamos a declaração, temos 19.000 tanques, 790 navios, 9.000 aviões, 455 submarinos e 5.5 milhões de soldados.

Ao que Portugal respondeu:

- Retiramos declaração de guerra! Não temos como alojar tantos prisioneiros!

Mais anedotas de Polícia

Nevoeiro

Estava um nevoeiro cerrado em Lisboa e um condutor que não conseguia ver nada, ao ver umas luzes vermelhas de um carro pensou logo: vou segui-las e assim já não saio da estrada.

A certa altura, o outro carro para e como este ia muito perto do outro espeta-se pelo outro carro adentro. O motorista sai do carro aos berros:

- Como é que o senhor faz uma travagem dessas sem fazer sinal nenhum?

- O quê? Ia fazer sinal dentro da minha garagem?!

Só podem ser...

Um inglês, um francês e um russo estão num museu vendo um quadro de Adão e Eva no Paraíso.

- Olha só que discrição, que calma! - diz o inglês - Só podem ser ingleses.

- Imagine! - diz o francês - Eles estão pelados, com um sorriso idiota no rosto. Só podem ser franceses.

- Não têm roupa, não têm casa. - diz o russo - Só têm uma maçã para comer e disseram-lhes que estão no Paraíso. Só podem ser russos!

O mais importante!

Quando o Papa veio em visita ao Brasil, uma noite estava meio sem ter o que fazer, desceu escondido e entrou na limusina posta à sua disposição. O motorista, que estava descansando no banco traseiro tomou um susto.

- Sua santidade, me desculpe. Onde posso levá-lo?

- Fique à vontade meu filho. Estou querendo dirigir, coisa que nunca me deixam.

E lá se foi a limusina com o Papa na direção. Avenida larga, o Papa pisou fundo no acelerador. Um policial vendo a limusina acima da velocidade permitida intercetou-a com a motocicleta. Com a limusina parada, o policial aproximou-se e bateu na janela do motorista. O Papa de imediato a abriu. O policial deu uma olhada, mandou o Papa aguardar e voltou à moto. Ligou o rádio para a Central.

- Alô central. Eu intercetei uma limusina com a pessoa mais importante do mundo e não sei o que fazer.

- Certo, entraremos em contacto com a embaixada americana e resolveremos esse problema com o presidente Clinton.

- Não, central, não é o Clinton, é muito mais importante.

- O que foi que o Bill Gates andou aprontando? Apreenda a limusina que dinheiro para esse cara não quer dizer nada.

- Não, não é o Gates, central. É o cara mais importante do mundo "mesmo"!

- Mas que droga. Afinal quem foi que você parou?

- Só para vocês terem ideia, o motorista dele é o Papa.