Anedotas Club

Anedotas de Loiras

13 / 39

O acidente

Uma loira estava a passear e viu um acidente de alguém que tinha sido atropelado.

Esta queria ver mais perto mas estava lá muita gente, e então começou a gritar:

- Sou parente da vítima, sou parente da vítima! Deixem passar, sou parente da vítima!

Depois, quando finalmente chegou mais perto, reparou que afinal quem tinha sido atropelado tinha sido um burro.

Mais anedotas de Loiras

Obra cria acidente

Um amigo diz a outro:

- Sabes aquela obra que há ali à frente?

- Sei.

- Há umas semanas atrás ia a passar lá, à beira dos andaimes, e caiu-me um saco de cimento em cima!

- Xi! E não ficaste todo partido?

- Não! Fiquei direitinho, como estou hoje!

- Ora… impossível! Como?

- O saco estava vazio!

Não rir!

Um homem apresenta-se com um lenço atado, dando a volta por cima da cabeça e por baixo do queixo, apertado.

- O que é isso, pá? - pergunta-lhe um amigo - Dói-te a cabeça? Os dentes? Ou foi algum desastre?

- Nada disso. Morreu a minha sogra.

- Então?… Morreu-te a sogra… e porque é que trazes os queixos amarrados?

- É para não me rir!

Metades

Um tipo encontra um amigo que lhe devia uma certa importância em dinheiro e diz-lhe:

- Mais vale perder algum dinheiro, que perder um amigo. E, para que vejas como estou a ser sincero, eu esqueço metade da importância que me deves.

O outro:

- Obrigado! De facto, os verdadeiros amigos são mesmo assim! E eu, como não quero ficar atrás, também esqueço a outra metade!