Anedotas Club

Anedotas de Loucos

5 / 16

A piscina

O hospício estava lotado, e os médicos precisavam urgentemente de saber quem é que já podia ir embora. Então eles colocaram todos os loucos para saltar de um trampolim para uma piscina. Só que ela estava vazia.

O primeiro saltou e caiu no chão. O segundo, o terceiro, e todos os outros também caíram para o fundo da piscina. Depois chega a vez de mais um louco. Ele sobe ao trampolim, olha para baixo e volta para trás. O médico pensou: "Olha, este pode sair. Não saltou."

- Porque é que não saltaste? - pergunta o médico ao louco.

- Não conte a ninguém, mas é que eu não sei nadar.

Mais anedotas de Loucos

Não há razão para alarme!

Num avião de uma companhia internacional, um dos reatores rebenta no ar. Os passageiros entram em pânico. Logo a seguir rebenta outro. O pânico acentua-se. Da cabine dos pilotos vem a mensagem apaziguadora do comandante:

- Senhores passageiros, não há razão para alarme, agradeço que permaneçam nos seus lugares, a situação está completamente controlada.

Nisto rebenta o terceiro reator. O chefe da cabine sai a correr do fundo do avião com três mochilas na mão. Um dos aflitos passageiros arranja interpela-o:

- Desculpe, isso que leva aí é o quê?

- São para-quedas para a tripulação… – responde o tripulante.

Exclama o passageiro:

- Mas o capitão acabou de dizer que está tudo sob controle!

E responde o tripulante:

- E está! Nós vamos só sair um bocadinho para ir buscar ajuda…

Um camelo inteligente

Num certo dia entra um homem dentro de uma loja de camelos no meio do deserto. Após pagar, o comerciante deu as indicações:

- Para ele andar diga "Graças a Deus" e para ele para parar diga "Rem".

Após sair da loja, e com o camelo, ele diz "Graças a Deus" e consegue meter o camelo a andar. Após algum tempo a passear com camelo ele avista uma ravina e já não se lembrava da palavra para parar o camelo. Estava a três centímetros de cair com o camelo quando ele se lembra e diz "Rem".

Após conseguir sobreviver, e agradecido por ter escapado da morte, diz:

- Graças a Deus!

Um cheiro a álcool

Um homem bêbedo senta-se numa paragem de autocarro entre duas boazonas e diz uma delas:

- Credo! Que cheiro a álcool!

E ele responde:

- Mau… Mau… Também me cheirou a p*** e não disse nada!