Anedotas Club

Anedotas de Políticos

13 / 13

Discursos e mais discursos

Depois de discursar, o político queixa-se à sua secretária:

- Caramba... Tinhas de me escrever um discurso tão longo? Já estava toda a gente a bocejar, e estava tudo de boca aberta, como se não estivessem a perceber nada...

- Eu até escrevi um discurso razoável... cometi foi o erro de lhe entregar as três cópias...

Mais anedotas de Políticos

Alentejano numa aula de paraquedismo

Um alentejano entra para a Aeronáutica, na divisão de paraquedismo. Recebe a primeira aula prática:

- Estamos a dois mil metros de altura. O seu equipamento foi todo conferido. O senhor saltará por aquela porta. Ao puxar a primeira cordinha, o paraquedas se abrirá. Se isso não acontecer, o que é pouco provável, puxe a segunda cordinha. Se ainda assim o paraquedas não se abrir, o que é improvabilíssimo, puxe a terceira cordinha e ele abrir-se-á. Lá em baixo, haverá um jipe à sua espera, para levá-lo de volta ao quartel.

O alentejano salta. Puxa a primeira cordinha e o paraquedas não se abre, puxa a segunda, nada. Puxa a terceira e nem assim o equipamento funciona. Ele começa a ficar preocupado:

- Ai, Jesus! Agora só falta o jipe não estar lá em baixo!

Parece mesmo

O sujeito vivia tirando a pachorra de um novo colega de trabalho que era totalmente careca. O sujeito, muito tímido, ficava na dele, mas se contorcia de raiva por dentro. Um dia, durante a comemoração de aniversário de um dos funcionários, estava todo mundo reunido, aí o sujeito dá um pancada na careca do pobre coitado e fala bem alto:

- Porra, como está lisa essa careca! Até parece o traseiro da minha mulher!

E o careca, passando a mão na cabeça:

- É... você tem razão... tá parecendo mesmo!

Uma carta com esperança

Um rapaz de cinco anos queria ganhar 100€ e pediu a Deus, rezando durante duas semanas. Como nada acontecia, resolveu mandar uma carta para Deus, com seu pedido. Os correios receberam a carta endereçada para Deus e então os funcionários decidiram remetê-la para a Assembleia do país. A Assembleia acabou por ficar comovida com o pedido e acabaram por se juntar e enviar uma nota de 50€ para o rapaz, pois acharam que 100€ era muito dinheiro para uma criança tão pequena. O rapaz recebeu os 50€ e imediatamente sentou-se para escrever uma carta de agradecimento:

- Deus, muito obrigado por mandares-me o dinheiro que eu pedi. Contudo, notei que, por alguma razão, Deus o mandou da Assembleia. Como sempre, aqueles miseráveis ficaram com 50€ de comissão.