Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

40 / 93

Um simples voo

Num voo internacional, como é habitual, o comandante do avião liga o microfone e fala aos passageiros:

- Bom dia, senhores passageiros. Neste exato momento estamos a 9 mil metros de altitude, velocidade cruzeiro de 860 km/hora e estamos a sobrevoar a cidade de… AAAAAAAHHHH… VALHA-ME DEUS…!

Os passageiros ouvem um barulho infernal, seguido de um grito pavoroso:

- NÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOO!

Depois de um breve momento de silêncio sepulcral, volta a ligar o microfone e, timidamente, diz:

- Peço imensa desculpa, mas a hospedeira deixou cair a bandeja e uma chávena de café caiu-me no colo. Imaginem lá como é que ficaram as minhas calças à frente!

Prontamente, um dos passageiros gritou:

- Filho da m***! Imagina lá como é que ficaram as minhas calças atrás!

Mais anedotas de Ignorância

As promessas do político

Certo dia um político, em plena campanha eleitoral deslocou-se ao Alentejo.

O homem falava e ninguém batia palmas, então passou a fazer promessas e mesmo assim… nada, ninguém se manifestava.

Já desesperado tentou a última promessa que no Alentejo não devia falhar… o homem disse em plenos pulmões:

- E eu… prometo… que… se for eleito… aqui no Alentejo… os Alentejanos… só trabalham 1 dia por ano…

Mesmo assim ninguém se mexeu, apenas se ouviu uma voz lá no fundo:

- ATÃO E AS FÉRIAS PAH… NÃO HÀ?

Erros à alentejana

Para testar a personalidade de um alentejano, o dono da empresa mandou pagar 500 euros a mais no salário dele.

Os dias passam e o funcionário não diz nada.

No mês seguinte, o patrão faz o inverso: manda tirar 500 euros.

Nesse mesmo dia, o funcionário entra na sala para falar com ele:

- Engenheiro, acho que houve um engano e tiraram-me 500 euros do meu salário.

- Ah?! Curioso porque no mês passado eu paguei-lhe 500 euros a mais e você não comentou nada!

- Pois, mas um erro eu ainda tolero, agora dois acho um abuso!

Matemática

Porque é que o livro de matemática se suicidou?

Estava cheio de problemas!