Anedotas de Ignorância

18 / 93

Quase que acertava!

Dois amigos encontram-se, diz um:

- Então, estás melhor?

- Estou na mesma! - responde o amigo.

Pergunta o primeiro:

- Então, não foste ao médico que te disse?

Responde o outro:

- Fui…

E o primeiro:

- E o médico acertou o que tinhas?

Responde o segundo:

- Quase! Eu tinha 100 euros… e ele levou-me 90!

Mais anedotas de Ignorância

Viagem para as Caraíbas

Uma loira entra num avião com bilhete de classe económica e senta-se nos lugares de classe executiva.

A hospedeira diz-lhe que tem de se sentar na parte de três do avião, ao que a loira responde:

- Deve haver algum engano porque eu sou super loira, super inteligente e vou para as Caraíbas.

A hospedeira percebeu que não consegue resolver o caso e chama o comandante.

Este diz à loira para se sentar na parte de três do avião que são os lugares de classe económica.

Ela responde:

- Deve haver algum engano porque eu sou super loira, super inteligente e vou para as Caraíbas.

O comandante então, diz-lhe umas palavras ao ouvido, a loira levanta-se e dirige-se para os últimos lugares do avião.

A hospedeira, curiosa, pergunta ao comandante:

- O que é que lhe disse?

O comandante responde:

- Disse-lhe que esta parte do avião não vai para as Caraíbas.

Um encontro

Jesus e Moisés encontram-se, mas não se reconhecem.

- Quem és tu?

- Eu sou Moisés!

- Então prova-o!

Moisés aproxima-se de um rio e afasta as águas.

- Vês?

- Ah, és Moisés, sim. Olha, eu sou Jesus.

- Então prova-o!

Jesus aproxima-se do rio e caminha em direção à água, mas vai ao fundo.

Moisés ajuda-o a sair da água e diz-lhe:

- Ah, afinal não és Jesus!

- Sou, sou! Só que desde que me fizeram estes buracos nos pés que tem sido complicado.

Era o que me faltava!

Um rapaz vai a uma farmácia e diz ao farmacêutico:

- Senhor, dê-me um preservativo. A minha namorada convidou-me para ir jantar esta noite lá a casa, já saímos há três meses, e ela começa a querer desenvolvimentos! O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.

De imediato, volta a entrar, dizendo:

- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a irmã da minha namorada, é uma boazona de primeira e passa a vida a cruzar as pernas à minha frente. Acho que também quer algo, e como vou jantar hoje lá a casa…

O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.

De imediato, volta a entrar, dizendo:

- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a mãe da minha namorada também é boa como o milho. A velha, quando a filha não está ao pé, passa a vida a insinuar-se dum modo que me deixa atrapalhado, e como eu hoje vou jantar lá a casa…

Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã à frente.

Nesse instante entra o pai da namorada e senta-se também à mesa. O rapaz, baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:

- Senhor, abençoa estes alimentos, …, damos-te graças por estes alimentos, …

Passa um minuto e o rapaz continua de cabeça baixa rezando:

- Obrigado Senhor por estes dons…

Passam cinco minutos e prossegue:

- Abençoa Senhor este pão…

Passam mais de dez minutos e o rapaz continua de cabeça baixa rezando.

Todos se entreolham surpreendidos e a namorada diz-lhe ao ouvido:

- Meu amor, não sabia que eras tão crente!

- E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico!