Anedotas de Alentejanos

7 / 29

O roubo

Dois alentejanos assaltaram um banco, fugiram de carro e, quando se julgaram a salvo, pararam numa estrada secundária a descansar.

Diz um:

- Atão, aproveitamos para contar o dinheiro?

Responde o outro:

- ‘Nã vale a pena essa trabalhêra! Logo no Telejornal dizem quanto é!

Mais anedotas de Alentejanos

O mais importante!

Quando o Papa veio em visita ao Brasil, uma noite estava meio sem ter o que fazer, desceu escondido e entrou na limusina posta à sua disposição.

O motorista, que estava descansando no banco traseiro tomou um susto.

- Sua santidade, me desculpe. Onde posso levá-lo?

- Fique à vontade meu filho. Estou querendo dirigir, coisa que nunca me deixam.

E lá se foi a limusina com o Papa na direção.

Avenida larga, o Papa pisou fundo no acelerador.

Um policial vendo a limusina acima da velocidade permitida intercetou-a com a motocicleta.

Com a limusina parada, o policial aproximou-se e bateu na janela do motorista.

O Papa de imediato a abriu.

O policial deu uma olhada, mandou o Papa aguardar e voltou à moto.

Ligou o rádio para a Central.

- Alô central. Eu intercetei uma limusina com a pessoa mais importante do mundo e não sei o que fazer.

- Certo, entraremos em contacto com a embaixada americana e resolveremos esse problema com o Presidente.

- Não, central, não é o Presidente, é muito mais importante.

- O que foi que o Bill Gates andou aprontando? Apreenda a limusina que dinheiro para esse cara não quer dizer nada.

- Não, não é o Gates, central. É o cara mais importante do mundo "mesmo"!

- Mas que droga. Afinal quem foi que você parou?

- Só para vocês terem ideia, o motorista dele é o Papa.

Uma anedota sem graça

O diretor da empresa contou uma anedota e todos riram à gargalhada, menos um dos presentes.

- Não gostaste da anedota? - perguntou-lhe o diretor.

- Não… não! Eu não trabalho aqui.

Se eu soubesse

A esposa diz para o marido:

- Se eu soubesse que você era tão pobre, nem teria casado contigo!

Ao que o marido responde:

- Mas não foi por falta de aviso! Eu sempre te disse: TU ÉS TUDO O QUE TENHO!