Anedotas Club

Anedotas de Crianças

3 / 13

Escolha difícil

Um rapaz entra numa barbearia e o barbeiro sussurra para o seu cliente:

- Esta é a criança mais idiota do mundo. Deixe-me provar-lhe.

O barbeiro coloca uma moeda de 1 euro numa mão e uma de 20 cêntimos na outra, e em seguida, chama o rapaz e pergunta:

- Qual delas é que tu queres, filho?

O menino pega na moeda de 20 cêntimos e sai.

- O que foi que eu disse? - diz o barbeiro - aquela criança nunca aprende!

Mais tarde, quando o cliente sai, ele vê o mesmo rapaz que estava a sair da loja de gelados.

- Então rapaz! Posso fazer-te uma pergunta? Por que é que pegaste na moeda de 20 cêntimos em vez da de 1 euro?

O menino lambe o gelado e responde:

- Porque no dia que eu ficar com a de 1 euro, o jogo acaba!

Mais anedotas de Crianças

Duas horas de atraso

Depois de esperar uma hora e meia pelo namorado para irem jantar, a rapariga decidiu que não valia a pena esperar mais.

Tirou a roupa de gala e vestiu o pijama, fez pipocas e sentou-se no sofá a ver TV.

Logo depois, a campainha toca.

Ela abre a porta e o namorado diz:

- É sempre a mesma coisa! Eu até chego duas horas atrasado e tu ainda não estás pronta!

O inferno perfeito

Um homem pacato, morre e vai para o inferno.

Ao chegar lá, ele descobre que há um inferno diferente para cada país e ele decide tentar o que castiga menos para passar a sua eternidade.

Primeiro, ele vai ao inferno alemão, vê uma pequena fila de pessoas e pergunta:

- O que fazem aqui?

- Primeiro põem-te numa cadeira elétrica durante uma hora. Depois põem-te numa cama de pregos por mais uma hora e por fim o diabo alemão vem com um chicote e chicoteia-te até à noite.

O homem não gosta do que ouve e vai tentar a sua sorte noutro inferno. Ele passa pelo inferno dos EUA, da Rússia e muitos mais, mas todos eles praticam o mesmo que o inferno alemão.

Ele continua a andar até que descobre uma grande fila no inferno de Angola, era tão longa que fazia lembrar a missa do papa na cimangola.

Muito intrigado, ele pergunta o que fazem nesse inferno e lhe respondem:

- Primeiro põem-te numa cadeira elétrica durante uma hora. Depois põe-te numa cama de pregos por mais uma hora e por fim o diabo angolano vem com um chicote e chicoteia-te até à noite.

Aí, ainda mais admirado, o homem pergunta:

- Mas é exatamente o mesmo tratamento que fazem nos outros infernos. Porque razão é a fila aqui tão grande?

- Porque aqui nunca há eletricidade, portanto a cadeira elétrica não funciona. Os pregos foram encomendados e pagos, mas nunca foram fornecidos, porque os contentores ainda estão no porto, portanto a cama é muito confortável. E o diabo angolano é trabalhador da função pública, por isso vem apenas para assinar o ponto e depois vai embora e não está para chicotear os mortos.

Devias sentir-te mal!

Numa certa paróquia, uma jovem de 22 anos, loira, alta, com corpo de modelo decidiu confessar-se pela primeira vez. Assim que chegou ao confessionário, ajoelhou-se e disse:

- Perdoe-me padre, porque eu pequei!

- Fala minha filha, eu sou o ouvido de Deus.

- Senhor padre, eu fui para a cama com o padre da paróquia vizinha e agora sinto-me muito mal, nem consigo dormir.

- E devias sentir-te mal, o que fizestes é muito grave, desviaste um irmão do caminho da luz. Agora quero que reflitas sobre o que fizestes, reza 30 Pai Nossos e 30 Avé Marias e estarás perdoada. E para a próxima lembra-te, a tua paróquia é esta.