Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

7 / 91

Boleia a anão

Dois amigos conversam:

- Hoje vi um anão numa paragem e acabei por lhe oferecer boleia até casa!

- E ele aceitou?

- Não!

- Um pouco ingrato. E tu? O que fizeste?

- Olha, fechei a mochila e continuei o caminho.

Mais anedotas de Ignorância

Até tenho vergonha!

“Querido pai.

São Paulo é lindo e as pessoas são simpáticas, mas eu tenho vergonha de chegar à faculdade com um Ferrari banhado em ouro quando a maioria dos alunos e até alguns professores chegam de metro.

Com amor, Nassar.”

“Querido filho.

Acabei de transferir 100 milhões de dólares para a tua conta. Por favor, não envergonhes a nossa família, compra um metro para ti também.

Com amor, pai.”

Uma vida de sonho

Um homem de 80 anos está sentado num banco de jardim, chorando copiosamente. Um homem, passando pelo local, fica comovido com a cena e senta-se ao seu lado, resolvendo puxar assunto:

- O que o aflige, senhor?

- Estou apaixonado por uma mulher de 22 anos.

- E o que há de mal nisso? O senhor não é correspondido?

- Claro que sim. Mas não é o que você está a pensar. Nós moramos juntos, ela é extremamente bonita, e ainda por cima, cozinha bem, nunca grita comigo e passamos quase todo o dia deitados na cama.

- Então eu não entendo. Parece-me que vocês estão vivendo uma relação perfeita. Porque é que o senhor está chorando?

- Esqueci-me onde eu moro!

Um beijinho inocente

Uma menina de sete anos admitiu aos seus pais que o Joãozinho lhe tinha dado um beijinho depois da aula.

- E como é que isso aconteceu? - perguntou a mãe assustada.

- Não foi fácil - admitiu a pequena rapariga - mas três meninas me ajudaram a segurá-lo.