Anedotas Club

Anedotas de Família

32 / 56

O sonho

Um homem estava na cozinha, quando veio a sua esposa toda contente:

- Sabes querido, hoje sonhei que estava a andar de bicicleta!

- Ai sim? Eu sonhei que estava na cama com uma mulher lindíssima, super inteligente, e muito interessante…

- Essa mulher era eu, querido? - interrompe.

- Não, tu estavas a andar de bicicleta!

Mais anedotas de Família

Parece mesmo

O sujeito vivia tirando a pachorra de um novo colega de trabalho que era totalmente careca.

O sujeito, muito tímido, ficava na dele, mas se contorcia de raiva por dentro.

Um dia, durante a comemoração de aniversário de um dos funcionários, estava todo mundo reunido, aí o sujeito dá um pancada na careca do pobre coitado e fala bem alto:

- Porra, como está lisa essa careca! Até parece o traseiro da minha mulher!

E o careca, passando a mão na cabeça:

- É… você tem razão… tá parecendo mesmo!

Um chouriço

Dois caranguejos encontram um chouriço e um deles diz:

- Vamos comê-lo!

E diz o outro:

- Vamos… Mas olha, isto era bom era se tivéssemos um pãozito para acompanhar!

- Pois era! Mas onde é que vamos agora arranjar o pão?

- Tu vais procurá-lo e eu fico aqui a guardar o chouriço!

- Ah, não! Eu já te conheço! Mal eu fosse buscar o pão tu comias o chouriço sozinho!

- Não como nada! Eu só fico aqui a guardá-lo para ninguém o comer! Eu espero por ti!

- Hum… Não sei se devo confiar em ti…

- Confia, confia! Vá, vai lá buscar o pão!

- Pronto, está bem! Mas que nem te passe pela cabeça comeres o chouriço sozinho!

- Não te preocupes!

O caranguejo lá vai e o outro fica a guardar o chouriço, com as tenazes no ar.

Passa-se uma hora, duas horas, três horas, uma tarde, um dia, dois dias, três dias, uma semana, duas semanas e um mês!

Finalmente o caranguejo lá se apercebe que o amigo já não vem e decide comer o chouriço sozinho.

Mal ele baixa uma tenaz para dar o primeiro corte no chouriço, salta o outro caranguejo detrás de uma pedra a gritar:

- Ahh Ah! Eu sabia! Já não vou buscar o pão!

Contramão

O bêbado entrou no seu carro e saiu em contramão fazendo uma grande confusão no transito até que o Guarda o para e diz:

- Aonde é que o senhor pensa que está a ir?

- Olhe senhor Guarda, eu não sei para onde vou, mas sei que eu estou atrasado!

- Como assim, está atrasado?

- Já estão todos voltando!