Anedotas Club

Anedotas de Loiras

22 / 39

A televisão

Uma loira foi a uma loja onde se vendiam eletrodomésticos e material eletrónico.

Chega-se a um empregado e pergunta-lhe:

- Desculpe, quanto custa aquela televisão?

- Não vendemos televisões a loiras.

A loira indignada decide regressar no dia seguinte usando uma peruca ruiva.

Quando chega a loja, dirige-se ao empregado e diz-lhe:

- Pode-me dizer quanto custa aquela televisão?

- Não vendemos televisões a loiras.

A loira fica espantada, mas mesmo assim decide regressar no dia seguinte com uma peruca morena.

Quando chega, vai ter com o empregado e diz:

- Quanto custa aquela televisão?

- Não vendemos televisões a loiras.

A loira já farta da situação pergunta:

- Mas como é que sabe que eu sou loira e porque é que não me vendem a televisão?

- Porque aquilo não é uma televisão, é um micro-ondas!

Mais anedotas de Loiras

Uma caixa muito pesada

Seis homens carregam uma caixa muito pesada pelas escadas de um prédio muito alto, já no quarto andar um deles resolve ir ver quantos andares faltam.

Volta e diz:

- Tenho duas notícias… Uma boa e uma má! Um deles responde:

- Conta só a boa, a má contas quando chegarmos!

- Ok, faltam ainda 6 andares.

Continuam a subir e quando chegaram ao décimo andar um deles pergunta:

- Qual é a outra notícia?

Ele responde:

- O prédio não é este!

Sou uma ervilha!

Numa cidade do interior, uma pessoa andava tranquilamente na rua.

De repente, ele vê uma galinha e começa desesperadamente a correr, apavorado, gritando socorro.

Os seus familiares estavam sem saber o que fazer, pois era uma coisa absurda.

Então levaram o homem a um psiquiatra.

- Diga-me, qual é o seu problema?

- Doutor, sou uma ervilha e se não me cuido posso ser devorado por uma galinha.

- Ah, sim, é claro. Mas veja bem, o senhor tem duas mãos, não é verdade?

- Sim, mas e daí?

- O senhor já viu uma ervilha com braços?

- Não…

- Duas pernas, como essas que o senhor usa para fugir das galinhas?

- Não… nunca pensei nisso…

- Veja outra coisa, uma ervilha nunca estaria aqui a falar comigo!

- Não acredito doutor! O senhor mudou a minha vida! Eu nunca tinha pensado nisso antes! Agora eu sei que não posso ser uma ervilha, é uma coisa absurda!

Então o homem acaba por ir embora, todo feliz, com a sua identidade redescoberta.

Tranquilo, andando pela rua, ele vê outra galinha e sai a correr apavorado de novo, mas desta vez um carro acaba por o atropelar.

Foi para o hospital todo magoado e entre as visitas médicas, naturalmente, chamaram o psiquiatra:

- Mas o que é que aconteceu? Você não me disse que agora sabia que não era uma ervilha?

- Saber eu sei, mas o senhor acha que a galinha já sabe?

Problemas monetários

Uma mulher vai ao médico preocupada:

- Sr. Doutor a minha filha comeu um euro, será que vai ter problemas?

E responde o médico tranquilamente:

- Esteja descansada, os políticos já comeram milhões e não têm problemas nenhuns!