Anedotas Club

Anedotas de Bêbados

18 / 26

Não gaste na primeira taberna!

Na rua, uma mulher passa ao lado de um mendigo e, apesar do cheiro a bebida, dá-lhe uma moeda e diz:

- Tome lá um euro, mas agora não vá gastá-lo na primeira taberna!

Responde o mendigo:

- Obrigado, minha senhora. Vejo que também é entendida… Realmente, na segunda o vinho é muito melhor!

Mais anedotas de Bêbados

Vai uma dança?

Começou a música e um bêbado levantou-se cambaleando, dirigiu-se a uma senhora de preto e pediu:

- Hic… A madame me dá o prazer desta dança?

E ouviu a seguinte resposta:

- Não, por quatro motivos:

Primeiro, o senhor está bêbado!
Segundo, isto é um velório!
Terceiro, não se dança o Pai Nosso!
E quarto, porque “Madame” é a p*** que te p*riu… Eu sou o padre!

Um chouriço

Dois caranguejos encontram um chouriço e um deles diz:

- Vamos comê-lo!

E diz o outro:

- Vamos… Mas olha, isto era bom era se tivéssemos um pãozito para acompanhar!

- Pois era! Mas onde é que vamos agora arranjar o pão?

- Tu vais procurá-lo e eu fico aqui a guardar o chouriço!

- Ah, não! Eu já te conheço! Mal eu fosse buscar o pão tu comias o chouriço sozinho!

- Não como nada! Eu só fico aqui a guardá-lo para ninguém o comer! Eu espero por ti!

- Hum… Não sei se devo confiar em ti…

- Confia, confia! Vá, vai lá buscar o pão!

- Pronto, está bem! Mas que nem te passe pela cabeça comeres o chouriço sozinho!

- Não te preocupes!

O caranguejo lá vai e o outro fica a guardar o chouriço, com as tenazes no ar. Passa-se uma hora, duas horas, três horas, uma tarde, um dia, dois dias, três dias, uma semana, duas semanas e um mês!

Finalmente o caranguejo lá se apercebe que o amigo já não vem e decide comer o chouriço sozinho.

Mal ele baixa uma tenaz para dar o primeiro corte no chouriço, salta o outro caranguejo detrás de uma pedra a gritar:

- Ahh Ah! Eu sabia! Já não vou buscar o pão!

Velhote de gatas

Estava um velhote de gatas pelo chão quando um jovem se aproxima e lhe pergunta:

- O senhor perdeu alguma coisa?

- Perdi, sim. Um caramelo.

- Um caramelo? E anda aí de gatas há cinco minutos por causa de um caramelo? Não pode comprar outro?

- Mas este é especial...

- Especial? Como é que um caramelo pode ser especial?

- É que este tem os meus dentes lá agarrados!