Anedotas de Loiras

2 / 39

Tristezas da vida

Uma loira chega ao trabalho num pranto.

- O que se passa? - pergunta-lhe o patrão.

- A minha mãe morreu - diz a loira a soluçar.

- Os meus sentimentos - diz o patrão - olhe, vá para casa, descanse.

- Não - replica a loira - se for para casa é pior. Se ficar aqui, ao menos não penso nisso.

Passado umas horas, o patrão repara que a loura está a chorar compulsivamente.

Preocupado, diz-lhe o patrão:

- Sente-se bem?

- Não - responde a loira - acabo de falar ao telefone com a minha irmã que disse que a mãe dela também morreu.

Mais anedotas de Loiras

2 boas notícias

Deus chama ao Céu três representantes do Mundo.

Um dos EUA, outro da Rússia e o terceiro de Portugal, aos quais anuncia duas notícias que eles devem transmitir aos seus:

1.º: Eu (Deus) existo!
2.º: O Mundo vai acabar dentro de 2 meses!

O dos americanos:
- Tenho 2 notícias para vos dar, uma boa e uma má:
A boa é que Deus realmente existe! Eu estive com ele!
A má: o Mundo vai acabar dentro de 2 meses!

O dos russos:
- Tenho 2 notícias más para vos dar:
A primeira é que Deus realmente existe e a segunda é que o Mundo vai acabar dentro de 2 meses!

O dos portugueses:
- Tenho 2 notícias boas para vos dar:
A primeira: sou um enviado de Deus!
A segunda: a crise vai acabar dentro de 2 meses!

Um atropelamento de um caracol

Um caracol ia a atravessar a estrada e foi atropelado por uma tartaruga.

Quando acordou nas urgências do hospital perguntaram-lhe o que é que lhe tinha acontecido:

- Como é que quer que eu saiba?! Foi tudo tão depressa!

Podemos escolher?

Um muçulmano durante o período do Ramadão senta-se junto a um alentejano num voo.

Quando o avião desloca começam a servir as bebidas aos passageiros.

O alentejano pede um tinto de Borba reserva.

A hospedeira depois de servir o vinho pergunta ao muçulmano se quer beber alguma coisa.

Este responde com ar ofendido:

- Prefiro ser raptado por dezenas de mulheres da Babilónia antes que uma gota de álcool toque nos meus lábios.

- O alentejano engasgando-se, devolve rapidamente o copo de tinto à hospedeira e diz:

- Eu também prefiro. Não sabia é que se podia escolher!