Anedotas Club

Anedotas de Família

50 / 56

Divórcio por compatibilidade de feitios

Uma mulher apresentou ao juiz um pedido de divórcio.

O juiz chamou-a a depor e perguntou-lhe:

- A dona Amélia tem a certeza do que está a pedir? A senhora quer o divórcio por compatibilidade de feitios? Não é o contrário?

- Não, meritíssimo, é mesmo por compatibilidade. Eu gosto de cinema e o meu marido também. Eu gosto de ir à praia e ele também. Eu gosto de teatro e ele também. Eu gosto de homens… e ele também.

Mais anedotas de Família

Maldito relógio

O homem chega a casa exausto, depois de um dia duro de trabalho, e encontra a sua mulher bastante inquieta.

De repente esta diz-lhe:

- Querido, nem sabes o que aconteceu! O teu relógio de parede, aquele de 90 kg, quase caiu na cabeça da minha mãe.

O homem, dececionado, exclama:

- Porra! Aquele relógio estúpido está sempre atrasado!

Carro avariado

Uma loira, uma morena e uma ruiva viajavam num carro pelo deserto quando o mesmo avariou.

Elas decidiram continuar a viagem a pé e cada uma delas levaria uma parte do carro para ajudar na viagem.

A morena pega no radiador e diz:

- Assim, se ficarmos com sede, podemos beber!

A ruiva pega num banco e diz:

- Assim, se ficarmos cansadas, temos onde nos sentar!

A loira pega numa porta e diz:

- Assim, se ficarmos com calor, podemos abrir uma janela!

A porta

Num hospício, os médicos fizeram um teste aos loucos para ver quem estava curado.

Eles desenharam uma porta na parede, e quem tentasse abrir ainda estava louco.

No dia seguinte todos queriam abrir a porta, menos um que estava sentado e não parava de rir, por isso os médicos chegaram à conclusão que estava curado, mas antes de liberá-lo perguntaram:

- Porquê você estava rindo dos outros?

Ele respondeu:

- Porque a chave está comigo!