Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

90 / 93

Carta de despedida

O pai entra no quarto do filho e vê um bilhete em cima da cama.

Lê bilhete, temendo o pior:

“Pai, é com grande pesar que te informo que fugi com meu novo namorado, o João, um italiano muito lindo que conheci no Algarve. Estou apaixonado por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles ‘piercings’, tatuagens e aquela supermoto BMW que comprou há dias. Como sei que não vais consentir com isso, decidimos fugir e ser muito felizes neste mundo. Ele quer adotar filhos comigo, e isso é tudo o que eu sempre desejei para mim. Aprendi com ele que o charro é ótimo, uma coisa natural, que não faz mal a ninguém, e ele garante que no nosso pequeno lar não vai faltar marijuana. O João acha que eu, os nossos filhos adotivos e os seus colegas ‘gays’ vamos viver em perfeita harmonia. Não te preocupes pai, eu já sei cuidar de mim, apesar dos meus 15 anos já tive várias experiências com outros tipos e tenho certeza que o João é o homem da minha vida. Um dia eu volto, para que tu e a mãe conheçam os nossos filhos. Um grande abraço e até algum dia. Do teu filho, com amor.”

O pai quase a desmaiar, continua a ler:

“PS: Pai, não te assustes, é tudo mentira! Estou na casa da Cátia! Só queria te animar um pouco antes que visses as minhas notas escolares, que estão na primeira gaveta. :D”

Mais anedotas de Ignorância

Em rota de colisão

Durante manobras de navios espanhóis na costa portuguesa, o seguinte diálogo foi captado e gravado por um radioamador português.

O comandante de um navio espanhol estava perto da costa portuguesa quando avistou uma luz distante e resolveu enviar uma mensagem via rádio:

- "Aqui habla el capitan J. Alonso. El curso de su navio esta en ruta directa con el nuestro. Por favor alteren su curso 15 grados hacia el norte. Cambio".

O português respondeu:

- "Vocês é que estão em rota de colisão connosco. Alterem vocês o vosso rumo 15 graus para sul".

O comandante espanhol ficou irritado e respondeu:

- "Nosotros exigimos que alteren el vuestro curso 15 grados al norte!".

O português insistiu:

- "Alterem o vosso rumo 15 graus para sul".

O comandante (nuestro hermano) ficou irritadíssimo e gritou:

- "AQUI DEL REAL IBER ESP., EL MAYOR PORTA AVIONES DE GUERRA DE LA PENINSULA, DE LA REAL MARINA ESPANOLA - LE REPITO - AQUI DEL IBER ESP. EL MAYOR PORTA AVIONES DE GUERRA DE LA PENINSULA, DE LA REAL MARINA ESPANOLA E ESTAMOS EN MANIOBRAS CON MAS 2 FRAGATAS, 2 DESTROYERS Y NUMEROSOS NAVIOS DE APOYO. LES EXIGIMOS QUE VOSOTROS CAMBIEN RAPIDAMENTE DE CURSO 15 GRADOS HACIA EL NORTE. ESTAMOS PREPARADOS PARA TOMAR TODAS LAS CONTRA - MEDIDAS QUE SEAN NECESSARIAS PARA GARANTIZAR LA SEGURIDAD DE NUESTROS HOMBRES. CONTESTE PRONTO. CAMBIO".

Ao que o português respondeu:

- "E daqui é do Farol do Cabo de S. Vicente. Terminado!".

Encontrei uma carteira!

O Joãozinho chega a casa com uma carteira e diz:

- Pai, achei essa carteira com dinheiro dentro, mas tem o nome do dono nela. Eu devolvo para o dono ou gasto o dinheiro?

O pai diz:

- Não devolvas nada, podes gastar tudo, é teu. O dono que se dane.

Joãozinho, seguindo a dica do pai, gasta tudo. Algumas horas depois, o pai curioso pergunta:

- Você disse que aquela carteira tinha o nome do dono nela, afinal de contas de quem ela era?

E o Joãozinho responde:

- Tua.

As drogas na Terra

Jesus, muito preocupado, chama os seus discípulos para uma reunião de emergência dado o alto consumo de drogas na Terra.

Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que o melhor para poderem enfrentar o problema é provar a droga eles mesmos e depois tomar as medidas adequadas.

Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo e recolha diferentes drogas.

Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam a regressar os comissários.

Jesus espera à porta do céu quando chega o primeiro discípulo:

- Quem é? - diz Jesus.

- Sou Paulo.

Jesus abre a porta.

- E o que trazes, Paulo?

- Trago haxixe de Marrocos.

- Muito bem, filho. Entra.

- Quem é?

- Sou Marcos.

- E o que trazes, Marcos?

- Trago marijuana da Colômbia.

- Muito bem, filho. Entra.

- Quem é?

- Sou Mateus.

- E o que trazes, Mateus?

- Trago cocaína da Bolívia.

- Muito bem, filho. Entra.

- Quem é?

- Sou João.

Jesus abre a porta e pergunta de novo:

- E tu, o que trazes, João?

- Trago crack de Nova Iorque.

- Muito bem, filho. Entra.

- Quem é?

- Sou Lucas.

- E o que trazes, Lucas?

- Trago speeds de Amesterdão.

- Muito bem, filho. Entra.

- Quem é?

- Sou Judas.

Jesus abre a porta.

- E tu, o que trazes, Judas?

- TRAGO A JUDICIÁRIA! TODOS CONTRA A PAREDE!