Ignorância

43 / 89

Este pão é de hoje?

- Este pão é de hoje?

- Não senhor! É de ontem!

- E este?

- Não! Também é de ontem!

- O que tem um homem de fazer para comer um pão de hoje neste café?

- Venha cá amanhã!

Mais anedotas de ignorância

83 / 89

Na lua-de-mel

Na lua-de-mel, diz o noivo para a noiva:

- Olha, tenho um segredo para te contar...

- Diz.

- Eu sou daltónico...

- Não faz mal, eu já tinha percebido...

- Ai sim?

- Sim... E também tenho um segredo para te contar...

- Conta.

- Eu não sou Sueca, sou Cabo-Verdiana...
74 / 89

Barbie divorciada

Carlos sai um pouco tarde do trabalho e no caminho para sua casa lembra-se que é o aniversário da sua filha e que ainda não tinha comprado o presente para ela. Ele para o carro diante de uma loja de brinquedos, entra e pergunta à vendedora:

- Quanto custa a Barbie que está na vitrine?

De uma forma educada a vendedora responde:

- Qual Barbie? Pois nós temos:

"Barbie vai à academia", por 50 euros,
"Barbie joga Volley", por 50 euros,
"Barbie vai às compras", por 50 euros,
"Barbie vai à praia", por 50 euros,
"Barbie vai dançar", por 50 euros e
"Barbie divorciada", por 1000 euros.

Carlos, surpreendido, pergunta:

- Porque é que a Barbie Divorciada custa mil euros enquanto as outras custam apenas 50 euros?

A vendedora responde:

- Caro senhor... a "Barbie divorciada" vem com:

o carro do Ken,
a casa do Ken,
o iate do Ken e
os móveis do Ken.
3 / 89

Um a dez

Um psicólogo estava a fazer testes para a admissão de candidatos para uma empresa. Entra o primeiro candidato:

- O senhor pode contar até dez, por favor?

- Dez, nove, oito, sete, seis, cinco, quatro, três, dois, um.

- Por que é que contou de trás para a frente?

- É que eu trabalhava na NASA.

- Sinto muito, mas está reprovado.

Entra o segundo candidato:

- O senhor pode contar até dez, por favor?

- Um, três, cinco, sete, nove, dois, quatro, seis, oito, dez!

- Por que você contou primeiro os ímpares e depois os pares?

- Porque eu trabalhava como carteiro.

- Sinto muito, mas está reprovado.

Entra o terceiro e último candidato:

- Bem, antes de começarmos, pode-me dizer o que fazia no emprego anterior?

- Era funcionário público.

- Ok! O senhor pode contar até dez, por favor?

- É claro! Dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, valete, dama, rei e ás.

Aleatórias

Bêbado e assombração

16-11-2013 10:41, por Daniel

Loucos e Deus

29-12-2013 19:51, por Daniel

Não tenho rolo!

31-05-2014 10:31, por Daniel

Um bom estudo

23-07-2015 15:35, por Valéria Freitas

Trabalho ou prazer?

02-04-2016 17:34, por Daniel

Tu és dinamite!

02-04-2016 17:35, por Daniel

Pessoas malcriadas

22-06-2017 12:34, por Daniel
www.000webhost.com