Anedotas Club

Anedotas de Crianças

8 / 13

Gabinete do diretor

Estão três meninos no gabinete do diretor por se terem portado mal. O diretor perguntou ao primeiro:

- Carlos, o que fizeste?

- Eu pintei grafites nas paredes da sala.

- Vai já imediatamente limpar essas bagunças e ficarás, como castigo, sem recreio durante uma semana. E tu, Henrique?

- Eu pus três alfinetes no assento do professor.

- Vai imediatamente pedir desculpa ao professor e ficarás, como castigo, sem recreio durante duas semanas. E tu, Filipe?

- Eu atirei o Caixote pela janela fora.

- Bem, para comparar com o que fizeram os teus amigos, isso não é grave. Não serás castigado. Agora depressa, desapareçam da minha vista e portem-se bem.

Os meninos saíram do gabinete, quando entra um quarto miúdo, coberto de pensos e ligaduras. O diretor perguntou:

- O que te aconteceu? Como te chamas?

- Chamo-me Pedro, mas os meus amigos chamam-me Caixote por eu gostar muito de colecionar caixas!

Mais anedotas de Crianças

Quer emagrecer?

Um jovem que queria emagrecer decide ir ao médico.

Ele diz:

- Sr. Doutor, eu quero emagrecer e preciso muito da sua ajuda da sua ajuda!

Ao que o médico diz:

- Isso é fácil, basta abanar a cabeça da esquerda para a direita e vice-versa.

Ele, estranhando, pergunta:

- Quantas vezes? E porquê?

- De forma a rejeitar sempre que lhe derem comida.

Mais um pedaço

A mãe de um rapaz guloso comprou um bolo. O rapaz come quase todo o bolo e ainda pede mais um pedaço, mas a mãe alerta:

- Filho, se tu comeres mais um pedaço, tu vais explodir!

E o menino rapidamente responde:

- Então dá-me o pedaço e sai a correr!

Podemos escolher?

Um muçulmano durante o período do Ramadão senta-se junto a um alentejano num voo. Quando o avião desloca começam a servir as bebidas aos passageiros. O alentejano pede um tinto de Borba reserva. A hospedeira depois de servir o vinho pergunta ao muçulmano se quer beber alguma coisa. Este Responde com ar ofendido:

- Prefiro ser raptado e violado por dezenas de mulheres da Babilónia antes que uma gota de álcool toque nos meus lábios.

- O alentejano engasgando-se, devolve rapidamente o copo de tinto à hospedeira e diz:

- Eu também prefiro. Não sabia é que se podia escolher!