Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

47 / 93

Uma carta ao Pai Natal

Carta de uma criança ao Pai Natal:

“Querido Pai Natal, por favor envia-me um irmão.”

Resposta do Pai Natal:

“Querido João, envia-me a tua mãe!”

Mais anedotas de Ignorância

Funeral da sogra

A sogra morre e o genro liga para a funerária perguntando quanto seria o total do serviço funerário.

- 10.000 euros! - responde o atendente.

- Mas porque é tão caro assim? - pergunta o genro.

- Foi porque o senhor pediu muitas coisas. Se tirarmos o churrasco, as bebidas, os doces, os salgadinhos e o karaoke, fica muito mais barato.

Aposta com uma loira

Manuel entrou num bar por volta das 20 horas.

Escolheu um lugar junto de uma loira esplendorosa.

Sua atenção foi atraída para o aparelho de TV no momento em que começavam as notícias do dia.

A reportagem cobria a notícia de um homem que estava prestes a atirar-se do alto de um enorme edifício.

A loira voltou-se para o Manuel e disse:

- Você acha que ele vai saltar?

Manuel respondeu:

- Eu aposto que vai saltar.

A loira respondeu:

- Bem, eu aposto que não vai.

Manuel pôs uma nota de 20 euros na mesa e exclamou:

- Vamos apostar?

- Sim!

Logo que a loira colocou o seu dinheiro na mesa, o homem atirou-se e morreu no momento em que se esborrachou no solo.

A loira ficou muito aborrecida, mas aceitou a derrota:

- Aposta é aposta. É justo. Fique com meus 20 euros.

Manuel respondeu:

- Não posso aceitar seu dinheiro. Eu já tinha visto o incidente no noticiário das 18 horas. Eu sabia que ele iria saltar.

A loira respondeu:

- Também vi, mas nunca pensei que ele saltasse outra vez.

Escrevendo uma carta

O doido estava no hospício, escrevendo uma carta, quando o médico chegou, viu e pensou:

- "Porra, este tipo deve estar bem. Está até escrevendo uma carta."

Aí ele foi para o pé do doido e perguntou:

- Para quem é essa carta?

- Ah, é para mim mesmo, doutor, eu nunca recebo cartas de ninguém.

- E o que está escrito nela?

- Como é que eu vou saber, ainda não a recebi!