Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

80 / 91

Coincidências

Um criador de galinhas vai ao bar local, senta-se ao lado de uma mulher e pede uma taça de champanhe. A mulher comenta:

- Que coincidência! Eu também pedi uma taça de champanhe.

- Hoje é um dia especial para mim - diz o fazendeiro - Estou a festejar.

- Hoje é um dia especial para mim também! - diz a mulher - Eu também estou a festejar.

- Que coincidência! - diz o fazendeiro.

Enquanto abrem as taças ele pergunta:

- O que é que a senhora está a celebrar?

- Eu e meu marido há uns tempos que andamos a tentar ter um filho e hoje o meu ginecologista disse-me que estou grávida.

- Que coincidência! - diz o homem - Sou criador de galinhas e durante muitos anos as minhas galinhas não eram férteis. Mas consegui! Elas hoje começaram a pôr ovos férteis.

- Isso é ótimo - diz a mulher - Como é que conseguiu que as suas galinhas ficassem férteis?

- Usei um galo diferente - diz ele.

A mulher sorri, brinda novamente e diz:

- Que coincidência!!!

Mais anedotas de Ignorância

Desapareceu?

Seguiu o meu conselho e dormiu de janela aberta? - pergunta o médico.

- Segui - responde o paciente.

- E a asma desapareceu?

- Não, mas o relógio, a TV, o iPod e o PC desapareceram.

Carro avariado

Uma loira, uma morena e uma ruiva viajavam num carro pelo deserto quando o mesmo avariou.

Elas decidiram continuar a viagem a pé e cada uma delas levaria uma parte do carro para ajudar na viagem.

A morena pega no radiador e diz:

- Assim, se ficarmos com sede, podemos beber!

A ruiva pega num banco e diz:

- Assim, se ficarmos cansadas, temos onde nos sentar!

A loira pega numa porta e diz:

- Assim, se ficarmos com calor, podemos abrir uma janela!

Filhos sem nada para comer

Havia uma família em que o marido chegava a casa e os filhos estavam todos a chorar com fome. E a mulher dizia sempre assim:

- Então Joaquim, o que trouxestes hoje para a gente comer?

- Não trouxe nada!

- Então os miúdos estão a chorar com fome?!

- Espera aí, que eu vou já resolver! Chama lá o mais pequeno!

Ele puxa uma cadeira, põe o miúdo ao colo e diz:

- Então filho?! O que é que dizias agora a um bife com batatas fritas?

- Aí, meu pai! Era tão bom!

- Ah, então depois uma sopa assim bem quentinha?!

- Aí, era uma maravilha!

- Ah, e depois da sopa assim um gelado?!

O miúdo não disse nada. O homem, ao ver que este já estava a dormir diz:

- Maria, traz-me o outro que este já jantou!