Ignorância

51 / 91

Uma jovem liberal

Uma jovem rebelde e muito liberal, entra num bar completamente nua. Para em frente do barman e diz:

- Dê-me uma cerveja bem gelada!

O barman fica a olhar para ela sem se mexer.

- O que é que se passa? - pergunta ela - nunca viu uma mulher nua?

- Muitas vezes!

- E então, está a olhar para onde?

- Quero ver de onde é que vai tirar o dinheiro para pagar a cerveja!

Mais anedotas de ignorância

80 / 91

Coincidências

Um criador de galinhas vai ao bar local, senta-se ao lado de uma mulher e pede uma taça de champanhe. A mulher comenta:

- Que coincidência! Eu também pedi uma taça de champanhe.

- Hoje é um dia especial para mim - diz o fazendeiro - Estou a festejar.

- Hoje é um dia especial para mim também! - diz a mulher - Eu também estou a festejar.

- Que coincidência! - diz o fazendeiro.

Enquanto abrem as taças ele pergunta:

- O que é que a senhora está a celebrar?

- Eu e meu marido há uns tempos que andamos a tentar ter um filho e hoje o meu ginecologista disse-me que estou grávida.

- Que coincidência! - diz o homem - Sou criador de galinhas e durante muitos anos as minhas galinhas não eram férteis. Mas consegui! Elas hoje começaram a pôr ovos férteis.

- Isso é ótimo - diz a mulher - Como é que conseguiu que as suas galinhas ficassem férteis?

- Usei um galo diferente - diz ele.

A mulher sorri, brinda novamente e diz:

- Que coincidência!!!
73 / 91

O anão que queria ser atendido

Um anão entra num bar. Vendo um balcão muito alto, começa aos saltos e a gritar:

- Queria um sumo! Queria um sumo!

Como ninguém aparecia, o anão começa a ficar chateado.

Decide dar a volta ao balcão e, do outro lado, vê outro anão aos saltos a gritar:

- Fresco ou natural? Fresco ou natural?
18 / 91

Não há razão para alarme!

Num avião de uma companhia internacional, um dos reatores rebenta no ar. Os passageiros entram em pânico. Logo a seguir rebenta outro. O pânico acentua-se. Da cabine dos pilotos vem a mensagem apaziguadora do comandante:

- Senhores passageiros, não há razão para alarme, agradeço que permaneçam nos seus lugares, a situação está completamente controlada.

Nisto rebenta o terceiro reator. O chefe da cabine sai a correr do fundo do avião com três mochilas na mão. Um dos aflitos passageiros arranja interpela-o:

- Desculpe, isso que leva aí é o quê?

- São para-quedas para a tripulação… – responde o tripulante.

Exclama o passageiro:

- Mas o capitão acabou de dizer que está tudo sob controle!

E responde o tripulante:

- E está! Nós vamos só sair um bocadinho para ir buscar ajuda…