Anedotas Club

Anedotas de Loiras

20 / 39

A caixa de correio

Num domingo pela manhã, um homem cortava a relva calmamente quando a sua vizinha loira caminhou até à caixa de correio, abriu-a, fechou-a com força e voltou furiosa para casa.

O homem continuou a aparar a relva quando de repente, a loira voltou.

Ela caminhou a bufar até à caixa de correio, abriu, fechou, deu um soco na caixa e voltou para casa com cara de furiosa.

Poucos minutos passaram quando ela aparece novamente.

Com o andar impaciente, abre a caixa de correio, bate na caixa, grita e volta para casa a resmungar.

O homem, já bastante curioso com a situação, pergunta:

- Algum problema?

Ao que ela responde:

- Problema √© pouco! Aquele computador est√ļpido n√£o para de dizer que a minha caixa de correio est√° cheia!

Mais anedotas de Loiras

Em cima da hora

Por que é que os alentejanos dormem em cima do despertador?

Para acordarem em cima da hora.

Espetáculo com ventríloquo

Um ventr√≠loquo est√° a fazer o seu n√ļmero, com o seu boneco de madeira ao seu colo.

O seu reportório para o espetáculo incide maioritariamente sobre a burrice das loiras.

A dada altura, uma loira levanta-se no meio da audiência e desata a berrar:

- J√° estou farta disto! J√° ouvi piadas que cheguem a denegrir as loiras! O senhor √© um idiota! O que √© que o faz pensar que pode estereotipar as mulheres dessa maneira? S√£o homens como voc√™ que impedem que mulheres como n√≥s sejam respeitadas! √Č por sua causa e por causa das pessoas da sua laia que esta discrimina√ß√£o se perpetua!

O ventríloquo fica embaraçado e tenta desculpar-se:

- Mas, minha senhora… isto é só um espetáculo…

- O senhor n√£o se meta que eu n√£o estou a falar consigo! Estou a falar com esse rapazinho que est√° sentado ao seu colo!

Bêbados na ponte

Iam dois bêbados na ponte, quando um deles se desequilibra e cai no rio.

De imediato o outro foi pedir socorro, mas quando o tiraram da √°gua j√° estava morto.

- Então, como é que ele está? - perguntou o outro bêbado.

- Bebeu √°gua a mais.

- Est√° a ver. Bebe √°gua pela primeira vez e morre.