Anedotas Club

Anedotas de Loiras

18 / 36

A caixa de correio

Num domingo pela manhã, um homem cortava a relva calmamente quando a sua vizinha loira caminhou até à caixa de correio, abriu-a, fechou-a com força e voltou furiosa para casa. O homem continuou a aparar a relva quando de repente, a loira voltou. Ela caminhou a bufar até à caixa de correio, abriu, fechou, deu um soco na caixa e voltou para casa com cara de furiosa. Poucos minutos passaram quando ela aparece novamente. Com o andar impaciente, abre a caixa de correio, bate na caixa, grita e volta para casa a resmungar. O homem, já bastante curioso com a situação, pergunta:

‚Äď Algum problema?

Ao que ela responde:

‚Äď Problema √© pouco! Aquele computador est√ļpido n√£o para de dizer que a minha caixa de correio est√° cheia!

Mais anedotas de Loiras

Até tenho vergonha!

“Querido pai.

São Paulo é lindo e as pessoas são simpáticas, mas eu tenho vergonha de chegar à faculdade com um Ferrari banhado em ouro quando a maioria dos alunos e até alguns professores chegam de metro.

Com amor, Nassar.‚ÄĚ

“Querido filho.

Acabei de transferir 100 milh√Ķes de d√≥lares para a tua conta. Por favor, n√£o envergonhes a nossa fam√≠lia, compra um metro para ti tamb√©m.

Com amor, pai.‚ÄĚ

Um crime pouco grave

Na esquadra da polícia, aparece um cidadão e diz que quer se confessar. O polícia pergunta:

- O que aconteceu?

E o homem:

- Doutor! Eu matei a minha sogra!

- Bem meu filho, você cometeu esse crime mas deveria estar muito alterado! Não se preocupe, vá para casa e descanse. Está tudo bem!

- Mas doutor, eu enterrei a velha!

- Ah meu filho, viu que boa alma você é? Enterrou a sua sogra e assim já evitou muita burocracia!

- Doutor! Mas quando eu estava enterrando, ela gritava que ainda estava viva!

- √ď meu filho! E voc√™ n√£o sabe que todas as sogras s√£o mentirosas?

Que jogador péssimo!

Num jogo de futebol, o filho pergunta ao pai:

- Pai, porque é que os adeptos estão chateados com aquele jogador?

- Porque ele atirou uma pedra ao √°rbitro e foi expulso - responde ao filho.

E diz a criança:

- Mas ele nem acertou!

E explica o pai:

- Por isso mesmo, filho!