Anedotas Club

Anedotas de Loiras

24 / 39

Aposta com uma loira

Manuel entrou num bar por volta das 20 horas.

Escolheu um lugar junto de uma loira esplendorosa.

Sua atenção foi atraída para o aparelho de TV no momento em que começavam as notícias do dia.

A reportagem cobria a notícia de um homem que estava prestes a atirar-se do alto de um enorme edifício.

A loira voltou-se para o Manuel e disse:

- Você acha que ele vai saltar?

Manuel respondeu:

- Eu aposto que vai saltar.

A loira respondeu:

- Bem, eu aposto que não vai.

Manuel pôs uma nota de 20 euros na mesa e exclamou:

- Vamos apostar?

- Sim!

Logo que a loira colocou o seu dinheiro na mesa, o homem atirou-se e morreu no momento em que se esborrachou no solo.

A loira ficou muito aborrecida, mas aceitou a derrota:

- Aposta é aposta. É justo. Fique com meus 20 euros.

Manuel respondeu:

- Não posso aceitar seu dinheiro. Eu já tinha visto o incidente no noticiário das 18 horas. Eu sabia que ele iria saltar.

A loira respondeu:

- Também vi, mas nunca pensei que ele saltasse outra vez.

Mais anedotas de Loiras

A caixa de correio

Num domingo pela manhã, um homem cortava a relva calmamente quando a sua vizinha loira caminhou até à caixa de correio, abriu-a, fechou-a com força e voltou furiosa para casa.

O homem continuou a aparar a relva quando de repente, a loira voltou.

Ela caminhou a bufar até à caixa de correio, abriu, fechou, deu um soco na caixa e voltou para casa com cara de furiosa.

Poucos minutos passaram quando ela aparece novamente.

Com o andar impaciente, abre a caixa de correio, bate na caixa, grita e volta para casa a resmungar.

O homem, já bastante curioso com a situação, pergunta:

- Algum problema?

Ao que ela responde:

- Problema é pouco! Aquele computador estúpido não para de dizer que a minha caixa de correio está cheia!

Um padre na prisão

Um pastor evangélico é convidado para visitar um presídio no dia de Natal.

Durante a visita, os presos ouvem atentamente o que ele diz, e no final, o aplaudem.

Comovido, o pastor diz:

- Obrigado meus irmãos! No ano que vem, se Deus quiser, eu espero encontrar vocês aqui de novo!

Uma máquina como esta

Um lisboeta foi passear ao Alentejo e grita em cima duma potente mota:

- Quem é que já viu uma máquina como esta?

Os alentejanos olham admirados e não respondem.

O lisboeta vai gritando como um louco, por toda a aldeia:

- Quem é que já viu uma máquina como esta?

Mais adiante, o lisboeta e a máquina vão contra um muro.

Então, um alentejano que o tinha ouvido, diz-lhe:

- Bem feito! É para não se armar em vaidoso…

Ao que ele todo magoado, responde:

- Mas eu só estava a perguntar quem é que já tinha visto uma máquina como esta, para me dizer onde eram os travões…