Anedotas Club

Anedotas de Família

29 / 56

Um regresso complexo

O camionista passou muito tempo viajando e chegou a casa de madrugada.

Como estava com saudades, correu para o quarto, agarrou a esposa e fez amor com ela 3 vezes.

Quando acabou, foi para a cozinha beber água.

Chegando lá encontrou a esposa tomando café.

Intrigado perguntou:

- Amor, tu não estavas agora mesmo no quarto?

- Não, aquela é mãe que veio me fazer companhia enquanto você viajava.

- Teresa! Pelo amor de Deus!

Você nem imagina o que aconteceu!

Cheguei morrendo de saudades de ti, corri para o quarto, estava escuro e pensando que fosses tu e fiz amor três vezes com a tua mãe.

A esposa indignada foi correndo para falar com a mãe.

- Mãe! É verdade que o Pedro fez três vezes amor com você, pensando que fosse eu?

- Foi.

- E a senhora não disse nada?

- Tu sabes muito bem que eu não falo com ele há 5 anos, não era agora que eu ia falar!

Mais anedotas de Família

Desapareceu?

Seguiu o meu conselho e dormiu de janela aberta? - pergunta o médico.

- Segui - responde o paciente.

- E a asma desapareceu?

- Não, mas o relógio, a televisão, o MP3 e o PC desapareceram.

Um anão mole

Estava eu num bar quando entrou um anão e sentou no meu lado.

Depois de alguns minutos, ele escorregou do banco, e aí eu peguei rapidamente nele pelo braço e o coloquei sentado de novo!

Depois o anão escorregou de novo e consegui ajudá-lo outra vez!

Acaba por escorregar uma terceira vez e eu, já fulo, puxei ele para o banco de novo e disse:

- Tás feito fresco é? Vê se te seguras! Ou vais ficar escorregando toda a hora?

Aí o anão respondeu:

- Vai-te lixar! Já três vezes que eu tento descer e tu não deixas!

Ir de autocarro

Um mês depois do rapaz da aldeia ter ido estudar para a capital, os pais escrevem-lhe a dizer que lhe vão arranjar dinheiro para comprar um carro para ele ir para a universidade.

O filho escreve de volta aos pais a dizer-lhes que esqueçam a ideia, já que todos os amigos dele vão para a universidade de autocarro.

Passada uma semana, os pais enviam-lhe nova carta a dizer:

- Filho, estivemos a falar com o resto da família e chegamos a uma decisão. Vamos vender a quinta do teu tio e enviar-te o dinheiro para poderes comprar um autocarro.