Anedotas Club

Anedotas de Família

30 / 56

Noites fora de casa

A esposa passou a noite fora de casa.

Na manhã seguinte, explicou ao marido que tinha dormido na casa de uma amiga.

O marido, então, telefonou para dez amigas.

Nenhuma delas confirmou.

O marido passou a noite fora de casa.

Na manhã seguinte, explicou à mulher que tinha dormido na casa de um amigo.

A esposa, então, telefonou para dez amigos do marido.

Sete deles confirmaram, e os três restantes, além de confirmarem, garantem que ele ainda estava lá.

Mais anedotas de Família

O bêbado e a loira

No balcão do bar, o bêbado vira-se para a mulher ao lado e diz:

- Quer ouvir uma piada de loira?

A mulher responde:

- Olha, antes de começar, aviso-o que sou loira, tenho 1,8 m, peso 70 kg, sou triatleta e faço musculação. A loira aqui ao meu lado mede 1,85 m, pesa 75 kg e é campeã olímpica de luta greco-romana. A outra loira ao lado dela mede 1,9 m, 80 kg e luta Jiu Jitsu. Agora, se ainda assim você quiser contar a sua piada, vá em frente…

O bêbado pensa um pouco e:

- Não, se tiver que explicar três vezes prefiro nem contar.

O que aconteceu?

O cara acorda morrendo de ressaca e encontra no criado mudo um copo de água e duas aspirinas.

Olha em volta e vê sua roupa passada e pendurada.

O quarto está em perfeita ordem.

Há um bilhete de sua mulher:

"Querido, deixei teu café pronto na copa. Fui ao supermercado. Beijos!"

Ele desce, encontra o café esperando por ele, não entende o fato de estar tudo tão perfeito e pergunta ao filho:

- Filho! O que aconteceu ontem?

- Foi normal, pai… Você chegou às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no tapete da sala, quebrou alguns móveis, mijou no guarda-roupa e machucou teu olho ao bater na porta do quarto.

- E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da tua mãe?

- Ah, é que quando você chegou a mamãe te arrastou até a cama e quando estava tirando tuas calças, você disse: "Não faça isso moça, eu sou casado!"

Segundos de loucura

Um tipo comprou um carro topo de gama e estava a dar uma volta numa estrada municipal à noite.

A capota estava recolhida, a brisa soprava levemente pelo seu cabelo e ele decidiu puxar um bocado pelo carro.

Assim que a agulha chegou aos 130 km, ele de repente reparou nas luzes azuis por trás dele.

- "De maneira alguma conseguem acompanhar um Mercedes" - pensou ele para consigo mesmo, e acelerou ainda mais.

A agulha bateu os 150, 170, 180 e, finalmente, os 200 km/h, sempre com as luzes atrás dele.

Entretanto teve um momento de lucidez e pensou:

- "Mas que raio é que eu estou a fazer?!" - e logo de seguida encostou.

O polícia chegou ao pé dele, pegou na carta de condução sem dizer uma palavra e examinou o carro.

- Eu tive um turno bastante longo e esta é a minha última paragem. Não estou com vontade de tratar de mais papeladas, por isso, se me der uma desculpa pela forma como conduziu que eu ainda não tenha ouvido, deixo-o ir!

- Na semana passada a minha mulher fugiu de casa com um polícia - disse o homem - e eu estava com medo que a quisesse devolver!

Diz o polícia:

- Tenha uma boa noite!