Ignorância

8 / 91

Salta!

Num avião estão recrutas de paraquedas que estão a fazer o seu primeiro salto. No meio deles, haviam alguns que ficavam com medo e deixavam de querer saltar. Apesar dessa situação, o instrutor acabava por os empurrar sempre para fora do avião. Mais perto do fim da lição, quando faltavam dois, o penúltimo acaba por dar imensa luta, mas isso não impediu o instrutor de o empurrar também para fora. O último recruta acaba por rir às gargalhadas e o instrutor vira-se e pergunta:

- Tu achas que a covardia é engraçada?

O recruta responde:

- Não, mas esse era o piloto - e o recruta salta.

Mais anedotas de ignorância

85 / 91

Na lua-de-mel

Na lua-de-mel, diz o noivo para a noiva:

- Olha, tenho um segredo para te contar...

- Diz.

- Eu sou daltónico...

- Não faz mal, eu já tinha percebido...

- Ai sim?

- Sim... E também tenho um segredo para te contar...

- Conta.

- Eu não sou sueca, sou cabo-verdiana…
66 / 91

Uma corrida

Estava um Fiat Punto a andar na estrada quando de repente devido a uma avaria, para na berma da estrada.

Após algumas horas e sem rede no telemóvel, vê um Ferrari e pede ajuda para ser rebocado.

Depois de montado, devido à baixa velocidade do Fiat, o dono do mesmo, diz que acende os piscas para o Ferrari abrandar de velocidade.

Pelo caminho, o dono do Ferrari aumentava a velocidade e segundos depois o outro acendia os piscas para o Ferrari abrandar.

Alguns minutos depois passa um Lamborghini e com o objetivo de ser mais rápido o Ferrari acelera a fundo.

Com esta corrida só se via os piscas a ligarem e a desligarem do dono do Fiat.

Ao passar pelo radar de velocidade, já na Câmara Municipal, os vigilantes dizem um para o outro:

- Acabaste de ver o que eu vi?

- Sim, estava um Ferrari e um Lamborghini a fazer uma corrida e atrás vinha um Fiat Punto a fazer sinal que queria ultrapassar!
59 / 91

O mais importante!

Quando o Papa veio em visita ao Brasil, uma noite estava meio sem ter o que fazer, desceu escondido e entrou na limusina posta à sua disposição. O motorista, que estava descansando no banco traseiro tomou um susto.

- Sua santidade, me desculpe. Onde posso levá-lo?

- Fique à vontade meu filho. Estou querendo dirigir, coisa que nunca me deixam.

E lá se foi a limusina com o Papa na direção. Avenida larga, o Papa pisou fundo no acelerador. Um policial vendo a limusina acima da velocidade permitida intercetou-a com a motocicleta. Com a limusina parada, o policial aproximou-se e bateu na janela do motorista. O Papa de imediato a abriu. O policial deu uma olhada, mandou o Papa aguardar e voltou à moto. Ligou o rádio para a Central.

- Alô central. Eu intercetei uma limusina com a pessoa mais importante do mundo e não sei o que fazer.

- Certo, entraremos em contacto com a embaixada americana e resolveremos esse problema com o presidente Clinton.

- Não, central, não é o Clinton, é muito mais importante.

- O que foi que o Bill Gates andou aprontando? Apreenda a limusina que dinheiro para esse cara não quer dizer nada.

- Não, não é o Gates, central. É o cara mais importante do mundo "mesmo"!

- Mas que droga. Afinal quem foi que você parou?

- Só para vocês terem ideia, o motorista dele é o Papa.
www.000webhost.com