Ignorância

38 / 91

Que pena!

Duas amigas encontram-se no céu e uma pergunta para a outra:

- Como morreste?

- Congelada.

- Ai que horror!!! Deve ter sido horrível! Como é morrer congelada?

- É péssimo: primeiro são os arrepios, depois as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo a congelar! Mas, depois veio um sono muito forte. E depois perdi a consciência! E tu, como morreste?

- Eu? De ataque cardíaco. Eu estava desconfiada que o meu marido me traía. Um dia cheguei a casa mais cedo! Corri até ao quarto e ele estava na cama, calmamente a ver televisão. Desconfiada, corro até à cave, para ver se encontrava alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém. Corri até ao segundo andar, mas também não vi ninguém. Subi até ao sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque cardíaco e caí morta!

- Oh, que pena! Se tivesses procurado na arca congeladora, estaríamos ambas vivas!

Mais anedotas de ignorância

84 / 91

Alvoroço a bordo

Um português vai no voo de Lisboa para Nova Iorque quando de repente se dá um tremendo alvoroço a bordo.

O homem no lugar ao lado do seu começa a gritar:

- Fogo! Fogo!

O português continua calmamente a ver o seu filmezito.

O homem no lugar ao lado grita-lhe:

- Você é surdo? Há fogo a bordo!

- E eu quero lá saber! O avião não é meu!
9 / 91

Que jogador péssimo!

Num jogo de futebol, o filho pergunta ao pai:

- Pai, porque é que os adeptos estão chateados com aquele jogador?

- Porque ele atirou uma pedra ao árbitro e foi expulso - responde ao filho.

E diz a criança:

- Mas ele nem acertou!

E explica o pai:

- Por isso mesmo, filho!
7 / 91

Boleia a anão

Dois amigos conversam:

- Hoje vi um anão numa paragem e acabei por lhe oferecer boleia até casa!

- E ele aceitou?

- Não!

- Um pouco ingrato. E tu? O que fizeste?

- Olha, fechei a mochila e continuei o caminho.