Políticos

1 / 13

Problemas em selos

O Presidente do país queria um selo com uma foto sua para celebrar o seu primeiro ano de governo. Ele exigiu um selo de altíssima qualidade. Os selos são criados, impressos e vendidos. O Presidente fica radiante! Alguns dias depois, o Presidente fica furioso ao ouvir reclamações de que o selo não adere aos envelopes. O Presidente convoca os responsáveis e ordena que investiguem o assunto. Eles pesquisam as agências dos correios de todo o país e relatam o problema. Todos dizem:

- Não há nada de errado com a qualidade dos selos. O problema é que as pessoas andam a cuspir do lado errado.

Mais anedotas de políticos

12 / 13

As promessas do político

Certo dia um político de direita, em plena campanha eleitoral deslocou-se ao Alentejo.

O homem falava e ninguém batia palmas, então passou a fazer promessas e mesmo assim... nada, ninguém se manifestava. Já desesperado tentou a última promessa que no Alentejo não devia falhar... o homem disse em plenos pulmões:

- E eu... prometo... que... se for eleito... aqui no Alentejo... os Alentejanos... só trabalham 1 dia por ano...

Mesmo assim ninguém se mexeu, apenas se ouviu uma voz lá no fundo:

- ATÃO E AS FÉRIAS PAH... NÃO HÀ???
11 / 13

Alentejanos e políticos

Uns alentejanos estavam debaixo de uma árvore a conversar.

Passam uns deputados e perguntam:

- Vocês viram um acidente de carro, em que iam uns deputados?

- Vimos sim! Estava o carro a passar, com as bandeirinhas e com o megafone, e de repente despistou-se.

- E os corpos, onde estão?

- Enterramos.

- Não estavam vivos, pois não?

- Uns diziam que sim, mas como os políticos são todos uns mentirosos, enterramos na mesma.
3 / 13

Uma carta com esperança

Um rapaz de cinco anos queria ganhar 100€ e pediu a Deus, rezando durante duas semanas. Como nada acontecia, resolveu mandar uma carta para Deus, com seu pedido. Os correios receberam a carta endereçada para Deus e então os funcionários decidiram remetê-la para a Assembleia do país. A Assembleia acabou por ficar comovida com o pedido e acabaram por se juntar e enviar uma nota de 50€ para o rapaz, pois acharam que 100€ era muito dinheiro para uma criança tão pequena. O rapaz recebeu os 50€ e imediatamente sentou-se para escrever uma carta de agradecimento:

- Deus, muito obrigado por mandares-me o dinheiro que eu pedi. Contudo, notei que, por alguma razão, Deus o mandou da Assembleia. Como sempre, aqueles miseráveis ficaram com 50€ de comissão.