Anedotas de Religião

14 / 20

Pregos Garcia

Um fabricante de pregos de nome Garcia, decidiu publicitar a sua marca.

Dirigiu-se então a uma agência de publicidade e disse que queria um anúncio, algo relacionado com a religião.

No Domingo seguinte quando foi à Missa ouviu da boca do Padre:

- Esse Garcia deveria ser excomungado!

- Porquê? - disse o Garcia.

- Vá lá fora ver - disse o Padre.

Garcia foi e viu um grande anúncio mostrando Jesus pregado na cruz e que em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, 2000 anos de garantia!

De imediato, Garcia foi à agência de publicidade pedir para mudarem o anúncio.

No Domingo seguinte, o Padre, mais zangado ainda, disse:

- Esse Garcia vai ser excomungado!

- Porquê? - disse Garcia.

- Não sabes? Vai lá fora ver!

Desta vez Garcia encontrou um anúncio que mostrava a cruz bem levantada e Jesus caído no chão, e em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, nada disto acontecia!

E mais uma vez Garcia pediu à agência para mudar o anúncio.

No Domingo seguinte, o Padre já fora de si gritava:

- Excomungado sejas Garcia!

Sem precisar de mais palavras, Garcia foi ver o seu novo anúncio.

Este, desta vez mostrava a cruz bem levantada e alguns pregos no chão.

Em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, Cristo não fugia!

Mais anedotas de Religião

Não ia dar certo

Um bêbado foi à igreja para se confessar.

Quando saiu pegou na bicicleta e o padre começou a dizer:

- Que Deus, S. Pedro, S. João e a Virgem Maria, o Acompanhe.

Mais à frente o bêbado cai da bicicleta e diz:

- Eu sabia que tanta gente na mesma bicicleta não ia dar certo!

Na lua-de-mel

Na lua-de-mel, diz o noivo para a noiva:

- Olha, tenho um segredo para te contar…

- Diz.

- Eu sou daltónico…

- Não faz mal, eu já tinha percebido…

- Ai sim?

- Sim… E também tenho um segredo para te contar…

- Conta.

- Eu não sou sueca, sou cabo-verdiana…

Divórcio por compatibilidade de feitios

Uma mulher apresentou ao juiz um pedido de divórcio.

O juiz chamou-a a depor e perguntou-lhe:

- A dona Amélia tem a certeza do que está a pedir? A senhora quer o divórcio por compatibilidade de feitios? Não é o contrário?

- Não, meritíssimo, é mesmo por compatibilidade. Eu gosto de cinema e o meu marido também. Eu gosto de ir à praia e ele também. Eu gosto de teatro e ele também. Eu gosto de homens… e ele também.