Anedotas Club

Anedotas de Polícia

1 / 14

Passou num vermelho!

Um homem é parado pela polícia:

- O senhor passou num semáforo vermelho!

- O quê? Não passei nada! Eu não vi!

- Passou sim, que eu vi! Quero ver os documentos do carro!

- Não tenho!

- Não tem?! Como não tem?!

- Como é que eu ia ter se o carro é roubado?!

- Roubado?! Saia já do carro!

- Afinal lembrei-me! Eu tenho os documentos! Estão no porta-luvas ao lado da pistola!

- O quê?! Uma pistola?

- Então?! Para matar o dono do carro!

- Você matou o dono do carro?!

- Sim, e pus o corpo no porta-bagagens!

Com a situação, o polícia chama reforços. Quando o chefe do polícia chega, ele abre o porta-bagagens e não encontra nenhum corpo. Abre o porta-luvas, não encontra pistola e encontra os documentos. O chefe confuso pergunta:

- Então não tinha dito que tinha morto um homem, tinha uma pistola e tinha roubado o carro?!

- Não! O polícia que me parou é que é um mentiroso! Se calhar também lhe disse que eu parei no vermelho...

Mais anedotas de Polícia

Problemas em selos

O Presidente do país queria um selo com uma foto sua para celebrar o seu primeiro ano de governo. Ele exigiu um selo de altíssima qualidade. Os selos são criados, impressos e vendidos. O Presidente fica radiante! Alguns dias depois, o Presidente fica furioso ao ouvir reclamações de que o selo não adere aos envelopes. O Presidente convoca os responsáveis e ordena que investiguem o assunto. Eles pesquisam as agências dos correios de todo o país e relatam o problema. Todos dizem:

- Não há nada de errado com a qualidade dos selos. O problema é que as pessoas andam a cuspir do lado errado.

Sonambulismo

Duas amigas conversavam num bar:

- Como é que está o teu marido com as crises de sonambulismo?

- Já está curado!

- Como assim curado?! Que medicamento lhe deste?

- Despedi a nossa empregada!

Escolha difícil

Um rapaz entra numa barbearia e o barbeiro sussurra para o seu cliente:

- Esta é a criança mais idiota do mundo. Deixe-me provar-lhe.

O barbeiro coloca uma moeda de 1 euro numa mão e uma de 20 cêntimos na outra, e em seguida, chama o rapaz e pergunta:

- Qual delas é que tu queres, filho?

O menino pega na moeda de 20 cêntimos e sai.

- O que foi que eu disse? - diz o barbeiro - aquela criança nunca aprende!

Mais tarde, quando o cliente sai, ele vê o mesmo rapaz que estava a sair da loja de gelados.

- Então rapaz! Posso fazer-te uma pergunta? Por que é que pegaste na moeda de 20 cêntimos em vez da de 1 euro?

O menino lambe o gelado e responde:

- Porque no dia que eu ficar com a de 1 euro, o jogo acaba!