Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

29 / 93

Nevoeiro

Estava um nevoeiro cerrado em Lisboa e um condutor que não conseguia ver nada, ao ver umas luzes vermelhas de um carro pensou logo:

- "Vou segui-las e assim já não saio da estrada."

A certa altura, o outro carro para e como este ia muito perto do outro espeta-se pelo outro carro adentro.

O motorista sai do carro aos berros:

- Como é que o senhor faz uma travagem dessas sem fazer sinal nenhum?

- O quê? Ia fazer sinal dentro da minha garagem?!

Mais anedotas de Ignorância

Desta vez não perco!

Uma senhora levou a filha de 17 anos ao médico, queixando-se que a menina estava com vômitos, tonturas, e que tinha perdido o apetite.

Após o término da consulta, o médico concluiu:

- Minha senhora, a sua filha esta grávida de 3 meses!

- A minha filha? Ela nunca esteve sozinha com um homem! Não é verdade, minha filha?

- Eu nem sequer beijei ainda um homem, mãe!

O médico tira um binóculo da gaveta, aproxima-se da janela e ficou calado, a olhar para o infinito.

Passados minutos, a mãe, admirada e farta, perguntou ao médico o que se passava.

O médico respondeu:

- Da última vez que isto aconteceu, nasceu uma estrela no Oriente e chegaram três reis magos. Desta vez não vou perder o espetáculo!

O acidente

Uma loira estava a passear e viu um acidente de alguém que tinha sido atropelado.

Esta queria ver mais perto mas estava lá muita gente, e então começou a gritar:

- Sou parente da vítima, sou parente da vítima! Deixem passar, sou parente da vítima!

Depois, quando finalmente chegou mais perto, reparou que afinal quem tinha sido atropelado tinha sido um burro.

Na lua-de-mel

Na lua-de-mel, diz o noivo para a noiva:

- Olha, tenho um segredo para te contar…

- Diz.

- Eu sou daltónico…

- Não faz mal, eu já tinha percebido…

- Ai sim?

- Sim… E também tenho um segredo para te contar…

- Conta.

- Eu não sou sueca, sou cabo-verdiana…