Anedotas Club

Anedotas de Ignorância

68 / 93

Uma corrida

Estava um carro lento a andar na estrada quando de repente devido a uma avaria, para na berma.

Após algumas horas e sem rede no telemóvel, vê um carro desportivo e pede ajuda para ser rebocado.

Depois de montado, devido à baixa velocidade, o dono do carro lento, diz que acende os piscas para o do desportivo abrandar a velocidade.

Pelo caminho, o dono do desportivo aumentava a velocidade e segundos depois o outro acendia os piscas para abrandar.

Alguns minutos depois passa outro desportivo e, com o objetivo de ser mais rápido que o outro, acelera a fundo.

Com esta corrida só se via os piscas do carro lento a ligarem e a desligarem.

Ao passar pelo radar de velocidade, já na Câmara Municipal, os vigilantes dizem um para o outro:

- Acabaste de ver o que eu vi?

- Sim, estavam dois carros desportivos a fazerem uma corrida e atrás vinha um carro lento a fazer sinal que queria ultrapassar!

Mais anedotas de Ignorância

Pregos Garcia

Um fabricante de pregos de nome Garcia, decidiu publicitar a sua marca.

Dirigiu-se então a uma agência de publicidade e disse que queria um anúncio, algo relacionado com a religião.

No Domingo seguinte quando foi à Missa ouviu da boca do Padre:

- Esse Garcia deveria ser excomungado!

- Porquê? - disse o Garcia.

- Vá lá fora ver - disse o Padre.

Garcia foi e viu um grande anúncio mostrando Jesus pregado na cruz e que em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, 2000 anos de garantia!

De imediato, Garcia foi à agência de publicidade pedir para mudarem o anúncio.

No Domingo seguinte, o Padre, mais zangado ainda, disse:

- Esse Garcia vai ser excomungado!

- Porquê? - disse Garcia.

- Não sabes? Vai lá fora ver!

Desta vez Garcia encontrou um anúncio que mostrava a cruz bem levantada e Jesus caído no chão, e em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, nada disto acontecia!

E mais uma vez Garcia pediu à agência para mudar o anúncio.

No Domingo seguinte, o Padre já fora de si gritava:

- Excomungado sejas Garcia!

Sem precisar de mais palavras, Garcia foi ver o seu novo anúncio.

Este, desta vez mostrava a cruz bem levantada e alguns pregos no chão.

Em baixo dizia:

- Com pregos Garcia, Cristo não fugia!

Declaramos guerra!

Após consulta parlamentar sobre a invasão do espaço aéreo português, Portugal enviou uma mensagem à Rússia!

- Russos, declaramos-vos guerra: temos 85 tanques, 40 não andam por falta de combustível, 27 caças, 4 navios, 2 submarinos e 5.221 soldados!

O estado russo já respondeu:

- Aceitamos a declaração, temos 19.000 tanques, 790 navios, 9.000 aviões, 455 submarinos e 5.5 milhões de soldados.

Ao que Portugal respondeu:

- Retiramos declaração de guerra! Não temos como alojar tantos prisioneiros!

Se não é uma, é outra!

O Joãozinho pergunta à mãe:

- Mãe, posso fazer-te uma pergunta?

- Claro que sim, filho.

- Preferias que eu partisse a perna ou o vaso de prata?

- Que pergunta tão tola, Joãozinho. Claro que preferia que partisses o vaso de prata.

- Então podes ficar contente!

- Porquê?

- Porque eu não parti a perna.