Anedotas de Ignorância

16 / 93

Impossível ler

No consultório, o oculista faz os exames de rotina:

- O que é que está escrito aqui?

E o paciente responde:

- Não sei.

O médico aponta para uma palavra com letras maiores:

- E agora? O que está escrito aqui?

Ele se esforçou, mas não conseguiu ler nada.

O médico aponta então para a palavra com as letras maiores e pergunta:

- O que está escrito aqui?

- Ainda não sei - responde o paciente.

- Bom, só há uma maneira, vamos ter que operar - diz o médico.

Depois da operação, o paciente pergunta ao médico:

- E agora, doutor? O senhor acha que eu vou conseguir ler tudo?

- Claro que sim! A operação foi um sucesso!

E o paciente, todo contente:

- Obrigado, doutor! Como a medicina está avançada! O senhor acredita que antes da cirurgia eu era analfabeto?

Mais anedotas de Ignorância

Loira passeia por fazenda

Uma loira da cidade está a passear por uma fazenda.

A dada altura ela pergunta ao fazendeiro, que está ao pé dela:

- Porque é que esta vaca não tem cornos?

O homem olha para o animal, coça a cabeça, pensa por uns instantes e diz:

- Bem… O gado pode fazer muitos estragos com os cornos… Às vezes vamos limando os cornos, outras tratamos logo dos animais quando são pequenos, deitando umas gotas de ácido no sítio onde os cornos nascem, e isso já resolve o assunto… Mas respondendo à sua pergunta… Esta vaca em particular… Não tem cornos… Porque é um cavalo…

Aluno "bom" para o pai

O miúdo chega a casa todo contente e diz ao pai:

- Pai, tenho boas notícias!

- Aí sim? Ora conta lá.

- Lembras-te do computador que me prometeste se eu passasse de ano?

- Sim…

- Já não precisas de gastar dinheiro!

Cabelos brancos

O pai diz ao Joãozinho:

- Por cada asneira que tu fazes, fico com mais um cabelo branco.

O Joãozinho responde:

- Porra, então tu devias fazer muitas asneiras, olha para os cabelos da avó!