Anedotas Club

Anedotas de Joãozinho

11 / 17

Encontrei uma carteira!

O Joãozinho chega a casa com uma carteira e diz:

- Pai, achei essa carteira com dinheiro dentro, mas tem o nome do dono nela. Eu devolvo para o dono ou gasto o dinheiro?

O pai diz:

- Não devolvas nada, podes gastar tudo, é teu. O dono que se dane.

Joãozinho, seguindo a dica do pai, gasta tudo. Algumas horas depois, o pai curioso pergunta:

- Você disse que aquela carteira tinha o nome do dono nela, afinal de contas de quem ela era?

E o Joãozinho responde:

- Tua.

Mais anedotas de Joãozinho

Suicídio

Estava um polícia a fazer uma investigação e diz, convicto:

- Não há dúvida. Este homem suicidou-se.

- Mas como é que é possível? Então não foi o outro que o matou, com a metralhadora? - pergunta o colega, admirado.

- Foi. Mas quem o mandou fazer frente-a-frente a uma metralhadora com uma simples pistola?

Viagem ao Japão

Dois loucos estão numa rua, quando um diz para o outro:

- Olha um buraco! Será que dá para a ir para o Japão nele?

- Claro que não, seu maluco! Não estás a ver que não temos passagens?!

Casamento

Faltavam dois dias para o casamento, e o noivo vai procurar o padre:

- Padre, eu vim aqui propor um negócio. Eu trouxe mil euros, mas em troca gostava que o senhor tirasse algumas palavras do discurso de casamento, como "amar, honrar, ser fiel, ..." Basta não dizer essas partes!

O padre aceita o dinheiro, e o noivo fica satisfeito. Quando chega o dia do casamento, o padre olha para o noivo e diz:

- Promete viver apenas para ela, obedecer a cada uma das suas ordens, levar o café à cama todos os dias e jurar perante Deus que nunca terá olhos para outra mulher?

O noivo, sem palavras, acaba por concordar. Mais tarde, durante a festa, chama o padre para um canto:

- Então? Eu pensei que tínhamos feito um acordo?!

O padre devolve-lhe os mil euros:

- Sinto muito, meu filho. Mas ela triplicou a tua oferta!