Alentejanos

29 / 29

Alentejano numa aula de paraquedismo

Um alentejano entra para a Aeronáutica, na divisão de paraquedismo. Recebe a primeira aula prática:

- Estamos a dois mil metros de altura. O seu equipamento foi todo conferido. O senhor saltará por aquela porta. Ao puxar a primeira cordinha, o paraquedas se abrirá. Se isso não acontecer, o que é pouco provável, puxe a segunda cordinha. Se ainda assim o paraquedas não se abrir, o que é improbabilíssimo, puxe a terceira cordinha e ele abrir-se-á. Lá embaixo, haverá um jipe à sua espera, para levá-lo de volta ao quartel.

O alentejano salta. Puxa a primeira cordinha e o paraquedas não se abre, puxa a segunda, nada. Puxa a terceira e nem assim o equipamento funciona. Ele começa a ficar preocupado:

- Ai, Jesus! Agora só falta o jipe não estar lá embaixo!

Mais anedotas de alentejanos

20 / 29

Erros à alentejana

Para testar a personalidade de um alentejano, o dono da empresa mandou pagar 500 euros a mais no salário dele.

Os dias passam e o funcionário não diz nada.

No mês seguinte, o patrão faz o inverso: manda tirar 500 euros.

Nesse mesmo dia, o funcionário entra na sala para falar com ele:

- Engenheiro, acho que houve um engano e tiraram-me 500 euros do meu salário.

- Ah?! Curioso porque no mês passado eu paguei-lhe 500 euros a mais e você não comentou nada!

- Pois, mas atão um erro eu ainda tolero; agora dois acho um abuso!!!
17 / 29

De férias no Alentejo

Um casal em férias passeava pelo Alentejo.

Diz o marido:

- Querida, estamos perto de Barrancos, aquela terra onde matam os touros. Queres aproveitar e ir até lá?

- Não vale a pena, querido. Tu nem sequer tens seguro de vida...
14 / 29

Amigos, amigos, porcos à parte

Há dois alentejanos que vão à feira de Beja e compram dois porcos, um para cada um. Então, chegam à aldeia e metem os dois porcos na mesma pocilga.

Entretanto, anoitece e um dos compadres começa-se a lembrar:

- "Os dois porcos estão na pocilga. Temos que fazer um sinal aos porcos para saber qual é o porco de um e o porco do outro."

No outro dia, diz um compadre para o outro:

- Compadre, temos que fazer um sinal aos porcos para saber qual é o porco de um e o porco do outro!

- Tá bem!

No outro dia encontram-se, e diz um para o outro:

- Então compadre, já fez o sinal ao porco?

- Já sim senhor! Cortei-lhe metade do rabo.

- Ó compadre, você não quer lá ver que eu fiz o mesmo ao meu?!

- Não há problema compadre! A gente faz outro sinal.

No outro dia:

- Então compadre, qual foi o sinal que fez desta vez ao porco?

- Olhe compadre, cortei-lhe metade da orelha direita!

- Ó compadre, você não quer lá ver que eu fiz o mesmo ao meu?!

- Mas olhe! Deixe lá isso, você fica com o branco que eu fico com o preto!...
www.000webhost.com