Anedotas Club

Anedotas de Médicos

11 / 12

Médico de família

Um médico urologista atende o próprio avô no consultório:

- Como está indo a vida, meu neto?

- Está tudo, avô. E o senhor? Como vai a avó?

- Vai indo, vai indo. Filho, quer dizer, neto, eu vim aqui falar contigo porque quero saber tudo sobre Viagra!

- Ah, avô… O Viagra é um remédio bom, mas é bem caro.

- Quanto custa?

- São sessenta euros cada comprimido, avô!

- Tens razão. É caro.

- Não disse?

- Mas mesmo assim eu quero experimentar! Eu te pago amanhã, sem falta!

Assim o neto entrega o comprimido para o avô, que sai de lá todo contente.

No dia seguinte ele está de volta ao consultório com quinhentos e sessenta euros!

- Avô, o senhor entendeu errado! Eu disse que o comprimido era sessenta e não quinhentos e sessenta.

- Eu sei. Os sessenta euros são meus. Os outros quinhentos foi a sua avó que mandou!

Mais anedotas de Médicos

Sempre atrasado!

O chefe para o funcionário:

- Você chega sempre atrasado à repartição! Não sabe a que horas começam os serviços?!

O funcionário:

- Não sei, não senhor.

O chefe:

- Não sabe?! Como assim, não sabe?

O funcionário:

- Porque quando aqui chego já estão todos a trabalhar…

Poderia aguardar um momento?

Um jovem advogado recém-licenciado, montou um luxuoso escritório num prédio de alto padrão, e colocou na porta uma placa dourada: Dr. António Soares - Especialista em Direito Tributário.

No 1º dia de trabalho, chegou bem cedo, vestindo o seu melhor fato, sentou-se atrás da sua escrivaninha, e ficou aguardando o primeiro cliente.

Meia hora depois batem à porta.

Ele pede para a pessoa entrar e sentar-se, e rapidamente agarra no telefone fixo e começa a simular uma conversa:

- Mas é claro, Sr. Mendonça, pode ficar tranquilo! Nós vamos ganhar essa causa! O juiz já deu parecer favorável!… - Sei, sei… Como? Ah, os meus honorários? Não se preocupe! O senhor pode pagar os outros 50 mil na semana que vem!… - É claro!… O que é isso, sem problemas!… O senhor dá-me licença agora que eu tenho um outro cliente à espera… Obrigado… Um abraço!

Volta a colocar o telefone no sítio e diz:

- Bom dia, o que é que o senhor deseja?

- Eu vim instalar o telefone…

Um para mim, um para ti

Numa cidade do interior havia uma figueira carregada dentro do cemitério.

Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não havia vigilância) e levar todos os figos.

Eles saltaram o muro, subiram a árvore com as mochilas penduradas no ombro e começaram a distribuir o prémio:

- Um para mim, um para ti. Um para mim, um para ti.

- Meu, deixaste cair dois para o lado de fora do muro!

- Não faz mal, depois de nós terminarmos aqui vamos buscar os outros dois.

- Então está bem, mais um para mim, um para ti.

Um bêbado, passando do lado de fora do cemitério, ouviu esse negócio de "um para mim e um para ti" e saiu correndo para a esquadra.

Chegando lá, contou para o polícia:

- Guarda, vem comigo! Deus e o Diabo estão no cemitério dividindo as almas dos mortos!

- Ah, cala a boca bêbado, vai dormir!

- Juro que é verdade! Vem comigo!

Os dois foram até o cemitério, chegaram perto do muro e começaram a ouvir:

- Um para mim, um para ti.

O guarda assustado:

- É verdade! É o dia do Apocalipse! Eles estão dividindo as almas dos mortos! O que será que vem depois?

- Um para mim, um para ti. Pronto, acabamos aqui. E agora?

- Agora nós vamos lá fora e levar os dois que estão do outro lado do muro.

- Cooooorrrreeeee… Poooooorrrrrra!