Anedotas de Religião

3 / 20

Um encontro

Jesus e Moisés encontram-se, mas não se reconhecem.

- Quem és tu?

- Eu sou Moisés!

- Então prova-o!

Moisés aproxima-se de um rio e afasta as águas.

- Vês?

- Ah, és Moisés, sim. Olha, eu sou Jesus.

- Então prova-o!

Jesus aproxima-se do rio e caminha em direção à água, mas vai ao fundo.

Moisés ajuda-o a sair da água e diz-lhe:

- Ah, afinal não és Jesus!

- Sou, sou! Só que desde que me fizeram estes buracos nos pés que tem sido complicado.

Mais anedotas de Religião

A pior qualidade!

Duas loiras, que se achavam muito inteligentes, estavam a conversar:

- Olha, qual é que é para ti o pior defeito: a ignorância ou a indiferença?

E responde a outra:

- Não sei, e nem me interessa!

Casamento

Faltavam dois dias para o casamento, e o noivo vai procurar o padre:

- Padre, eu vim aqui propor um negócio. Eu trouxe mil euros, mas em troca gostava que o senhor tirasse algumas palavras do discurso de casamento, como "amar, honrar, ser fiel, …" Basta não dizer essas partes!

O padre aceita o dinheiro, e o noivo fica satisfeito.

Quando chega o dia do casamento, o padre olha para o noivo e diz:

- Promete viver apenas para ela, obedecer a cada uma das suas ordens, levar o café à cama todos os dias e jurar perante Deus que nunca terá olhos para outra mulher?

O noivo, sem palavras, acaba por concordar.

Mais tarde, durante a festa, chama o padre para um canto:

- Então? Eu pensei que tínhamos feito um acordo?!

O padre devolve-lhe os mil euros:

- Sinto muito, meu filho. Mas ela triplicou a tua oferta!

As promessas do político

Certo dia um político, em plena campanha eleitoral deslocou-se ao Alentejo.

O homem falava e ninguém batia palmas, então passou a fazer promessas e mesmo assim… nada, ninguém se manifestava.

Já desesperado tentou a última promessa que no Alentejo não devia falhar… o homem disse em plenos pulmões:

- E eu… prometo… que… se for eleito… aqui no Alentejo… os Alentejanos… só trabalham 1 dia por ano…

Mesmo assim ninguém se mexeu, apenas se ouviu uma voz lá no fundo:

- ATÃO E AS FÉRIAS PAH… NÃO HÀ?