Anedotas de Família

26 / 57

Era o que me faltava!

Um rapaz vai a uma farmácia e diz ao farmacêutico:

- Senhor, dê-me um preservativo. A minha namorada convidou-me para ir jantar esta noite lá a casa, já saímos há três meses, e ela começa a querer desenvolvimentos! O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.

De imediato, volta a entrar, dizendo:

- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a irmã da minha namorada, é uma boazona de primeira e passa a vida a cruzar as pernas à minha frente. Acho que também quer algo, e como vou jantar hoje lá a casa…

O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.

De imediato, volta a entrar, dizendo:

- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a mãe da minha namorada também é boa como o milho. A velha, quando a filha não está ao pé, passa a vida a insinuar-se dum modo que me deixa atrapalhado, e como eu hoje vou jantar lá a casa…

Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã à frente.

Nesse instante entra o pai da namorada e senta-se também à mesa. O rapaz, baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:

- Senhor, abençoa estes alimentos, …, damos-te graças por estes alimentos, …

Passa um minuto e o rapaz continua de cabeça baixa rezando:

- Obrigado Senhor por estes dons…

Passam cinco minutos e prossegue:

- Abençoa Senhor este pão…

Passam mais de dez minutos e o rapaz continua de cabeça baixa rezando.

Todos se entreolham surpreendidos e a namorada diz-lhe ao ouvido:

- Meu amor, não sabia que eras tão crente!

- E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico!

Mais anedotas de Família

Check up

Um homem vai à capital para um exame periódico de saúde.

- Você bebe?

- Dois ou três copos de vinho às refeições e um uisquinho à Noite…

- Fuma?

- Dois charutos por dia…

- E… quanto a sexo?

- Duas ou três vezes por mês.

- Só!? Com a sua idade e a sua saúde? Mais velho sou eu e chegou a ter duas a três vezes por semana.

- Pois… só que você é médico em Lisboa e eu sou padre em Évora.

Alvoroço a bordo

Um português vai no voo de Lisboa para Nova Iorque quando de repente se dá um tremendo alvoroço a bordo.

O homem no lugar ao lado do seu começa a gritar:

- Fogo! Fogo!

O português continua calmamente a ver o seu filmezito.

O homem no lugar ao lado grita-lhe:

- Você é surdo? Há fogo a bordo!

- E eu quero lá saber! O avião não é meu!

Os quatro elementos

Quatro pessoas estavam num carro a beber álcool.

Do nada, aparece um agente da polícia que pergunta ao condutor quais eram os 4 elementos.

- Ó Sr. polícia - responde um dos quatro - são a água, o fogo, a terra e o vento.