Anedotas de Ignorância

26 / 95

Expulsão

Dois amigos encontram-se e um deles estava visivelmente triste, e então pergunta o outro:

- O que se passa?

E responde o primeiro:

- É que fui expulso da universidade!

- A sério?! Então porquê? - pergunta o segundo.

E diz o primeiro:

- Sei lá! Já não vou lá há meio ano!

Mais anedotas de Ignorância

A porta

Num hospício, os médicos fizeram um teste aos loucos para ver quem estava curado.

Eles desenharam uma porta na parede, e quem tentasse abrir ainda estava louco.

No dia seguinte todos queriam abrir a porta, menos um que estava sentado e não parava de rir, por isso os médicos chegaram à conclusão que estava curado, mas antes de liberá-lo perguntaram:

- Porquê você estava rindo dos outros?

Ele respondeu:

- Porque a chave está comigo!

Qual peixe?

Havia uma pessoa que adorava pescar num rio perto da sua casa.

Já lá ia durante muitos anos, até que certo dia ao chegar ao local depara-se com um sinal a proibir a pesca naquela zona, mas como já pescava por ali durante tanto tempo acabou por ignorar o sinal e deu início à pesca.

Algumas horas mais tarde, já com alguns peixes no seu balde, aparece um agente da GNR:

- Boa tarde, o senhor tem conhecimento da proibição de pesca neste local?

- Por acaso sim sabia, mas eu também não estou a pescar.

- Não? E esses peixes aí no balde, são o quê?

- Eu ando a treinar estes peixes. Eu atiro-os ao rio e assim que assobiar, eles nadam até mim e saltam para o balde.

O agente da GNR, intrigado e a rir, comenta:

- Gostaria de ver isso!

Então o pescador acaba por atirar o peixe de volta ao rio e o agente fica à espera.

Alguns minutos depois o agente pergunta:

- Então?! Não vai chamar o peixe de volta?

Ao que o pescador responde:

- Peixe? Qual peixe?

O atropelamento

Certo dia estava o Zé da Boina a passar na estrada e viu um montão de pessoas todas a monte.

O Zé da Boina decidiu ir lá ver o que se passava e como não conseguia ver nada decidiu arranjar uma desculpa.

- Deixem-me passar que eu sou irmão dele!

Imaginem o seu espanto ao ver um burro morto no meio do chão!