Alentejanos

25 / 29

O pinguim

Um alentejano que morava numa casa à beira da praia encontra um pinguim à sua porta e fica espantado. Sem saber o que fazer com o bichinho, pergunta ao seu vizinho Joaquim:

- Ó Quim, este animalzinho apareceu de repente à porta de minha casa! O que devo fazer com ele?

E o Joaquim:

- Ó Manuel, você tem que pegar nele e levá-lo ao jardim zoológico!

O Manuel:

- Mas que ótima ideia, Joaquim! Obrigado!

No dia seguinte, o Joaquim vê o Manuel a chegar em casa. Levava o pinguim com uma coleirinha no pescoço. Admirado, pergunta ao vizinho:

- Ó Manuel, que diabo você está a fazer com este pinguim? Não o levou ao jardim zoológico?

E o Manuel, sorridente:

- Levei sim e ele adorou! Hoje, vou levá-lo ao cinema!

Mais anedotas de alentejanos

24 / 29

Alentejano contratado para pintar autoestrada

Um alentejano é contratado para pintar uma estrada.

O chefe explica-lhe como fazer o seu trabalho:

- Pegas nesta trincha e tens aqui este balde de tinta. Só tens que molhar a trincha no balde, pintas uma linha no centro da estrada, assim, e tornas a molhar a trincha na tinta para continuares a pintar.

O alentejano começa então a trabalhar.

No primeiro dia, o alentejano pintou 3 quilómetros de estrada.

No segundo dia, 2 quilómetros.

No terceiro dia, 500 metros.

E todos os dias o alentejano pintava menos um bocado, até ao dia em que já só pintou 2 metros.

Diz-lhe o patrão:

- Então? Como é? Andas a mandriar? Porque é que cada vez pintas menos?

- Ora essa, patrão... É que o balde está cada vez mais longe!
19 / 29

Alentejanos e políticos

Uns alentejanos estavam debaixo de uma árvore a conversar.

Passam uns deputados e perguntam:

- Vocês viram um acidente de carro, em que íam uns deputados?

- Vimos sim! Estava o carro a passar, com as bandeirinhas e com o megafone, e de repente despistou-se.

- E os corpos, onde estão?

- Enterramos.

- Não estavam vivos, pois não?

- Uns diziam que sim, mas como os políticos são todos uns mentirosos, enterramos na mesma.
14 / 29

Amigos, amigos, porcos à parte

Há dois alentejanos que vão à feira de Beja e compram dois porcos, um para cada um. Então, chegam à aldeia e metem os dois porcos na mesma pocilga.

Entretanto, anoitece e um dos compadres começa-se a lembrar:

- "Os dois porcos estão na pocilga. Temos que fazer um sinal aos porcos para saber qual é o porco de um e o porco do outro."

No outro dia, diz um compadre para o outro:

- Compadre, temos que fazer um sinal aos porcos para saber qual é o porco de um e o porco do outro!

- Tá bem!

No outro dia encontram-se, e diz um para o outro:

- Então compadre, já fez o sinal ao porco?

- Já sim senhor! Cortei-lhe metade do rabo.

- Ó compadre, você não quer lá ver que eu fiz o mesmo ao meu?!

- Não há problema compadre! A gente faz outro sinal.

No outro dia:

- Então compadre, qual foi o sinal que fez desta vez ao porco?

- Olhe compadre, cortei-lhe metade da orelha direita!

- Ó compadre, você não quer lá ver que eu fiz o mesmo ao meu?!

- Mas olhe! Deixe lá isso, você fica com o branco que eu fico com o preto!...

Aleatórias

Matando um peixe

22-10-2013 10:00, por Daniel

Um anão mole

23-07-2015 15:34, por Daniel

São todos uns animais!

23-07-2015 15:34, por Daniel

O sonho

23-07-2015 15:35, por Catarina

Não ia dar certo

02-08-2016 18:05, por Vaninha Moreira

Para a semana não posso!

22-06-2017 18:07, por Daniel

Sementes da inteligência

15-12-2017 12:51, por Daniel
www.000webhost.com