Ignorância

20 / 91

Ausências

Diz o chefe da repartição pública para a sua nova secretária particular:

- Espero que, nas minhas ausências esporádicas, a senhora não fique para aí de braços cruzados.

A funcionária:

- Ah, não senhor! Isto agora com os telemóveis nunca nos aborrecemos…

Mais anedotas de ignorância

58 / 91

Nem aumenta, nem diminui!

Depois de dez anos, a moça do Censo voltou a uma pacata cidade do sertão e, depois de falar com todos os habitantes chegou à surpreendente conclusão que a população continuava exatamente a mesma! Nem aumentou, nem diminuiu! Espantada com o fato a moça foi perguntar à moradora mais antiga da cidade:

- Por acaso a senhora sabe explicar como isso pôde acontecer?

- É muito simples! - afirmou a velhinha - Cada vez que nasce um bebê na cidade, foge um rapaz!
27 / 91

Tinta fresca

Um pai e um filho foram passear ao Zoo.

Estavam a passear pelos jardins, quando o filho aproxima-se da jaula dos tigres. O pai diz:

- Cuidado com os tigres!

Passam por outra, mas já a dos leões, e o pai diz:

- Cuidado com os leões!

Continuam a andar, quando passam por uma jaula que tinha a porta aberta e que dizia:

- Cuidado, tinta fresca!

Após ler o aviso o pai grita para o filho:

- Cuidado, cuidado! A tinta fresca fugiu!
26 / 91

No restaurante

Dois amigos, o Zé e o João, foram a um restaurante e acabam por pedir dois bifes. Quando eles chegam, o Zé pergunta ao outro qual era o bife que queria, o grande ou o pequeno. O João acaba por dizer que podia tirar qualquer um, e então o Zé, sem qual qualquer demora, acaba por tirar o maior. O João vira-se para o Zé e diz:

- Eh pah! Tu também... Com que então tiras logo o bife maior!?

Ao que o Zé responde:

- Se fosses tu, qual era bife que tiravas?

- Por humildade, o mais pequeno!

- Ora, aí o tens!
www.000webhost.com