Família

20 / 56

Maldita carne!

A esposa, grávida, acorda durante a noite e chama o marido:

- Amor... amor!

- O quê?!

- Acorda!

- O que é?!

- Acorda!

Desorientado e assustado, o marido levanta-se e pergunta:

- O que é que aconteceu?!

- Estou com um desejo.

- Desejo?

- Sim... de comer carne de corvo!

- Corvo? Mas onde é que eu vou arranjar um corvo agora?

- Vai ao zoo.

- Estás maluca?! Não vou agora ao zoo. Vou, mas é pintar um frango de preto e depois comes.

- Não vou comer carne de corvo, mas vais-te arrepender se o nosso filho nascer com carinha de corvo.

Passam-se nove meses, chega o dia do parto e, quando o homem vai ver o seu querido filho, vê que o seu herdeiro é pretinho, mesmo pretinho. Meio apanhado, cheio de remorsos, corre para casa da mãe a lamentar-se:

- Mãe, eu não quis dar carne de corvo à minha mulher quando ela estava grávida e sentiu esse desejo, e agora o meu filho nasceu preto como o corvo.

A mãe, bem-humorada, acaba por tentar consolar o filho:

- Não chores meu filho! Quando eu estava grávida de ti, tive desejo de comer carne de boi, não consegui... e tu nasceste assim… corno, mas só agora é que se começou a notar.

Mais anedotas de família

21 / 56

Só pode!

O marido chega a casa indignado e diz para a mulher:

- Encontrei aquele besta do segundo andar a se gabando de ser o maior garanhão. Sabes o que ele me disse? Que já comeu todas as mulheres daqui do prédio, menos uma.

E a mulher prontamente responde:

- Deve ser aquela nojenta do sexto andar!
19 / 56

Férias

Num belo dia, a sogra bate à porta da casa de seu genro, de mala feita. O homem vai atender e fica surpreso com a visita. A sogra estranha a reação do genro e pergunta:

- Porquê a surpresa? A minha filha não avisou que eu ia passar as férias aqui convosco?

E diz o homem:

- Sim, disse. Mas eu pensei que fossem só para passar os meus soluços!
12 / 56

Mensagens

O meu marido e eu estávamos sentados no sofá. Eu a ver televisão, e ele a mexer no seu telemóvel.

De repente o meu telemóvel, que estava na cozinha, tocou. Levantei-me e fui ver quem era. Era uma mensagem do meu marido:

"Já que estás na cozinha, podes fazer-me umas sandes?"
www.000webhost.com