Família

28 / 49

Mesmo ninguém?

Um tipo fez análise durante cinco anos, até que descobriu que ele, o pai, o avô e os cinco tios tinham tendências homossexuais. O psicólogo estupefacto perguntou-lhe:

- Mas não há ninguém na sua família que goste de mulheres?

- Claro que há! As minhas quatro irmãs!

Mais anedotas de família

40 / 49

Não tenho rolo!

Vai um homem à caça com a sua sogra. Já na mata, e de repente, um urso sai de um arbusto e ataca violentamente a respectiva sogra. Esta gritava desesperadamente:

- Dispara!... Dispara!...

- Não tenho rolo! - gritou o genro...
30 / 49

Tenho uma má notícia!

A família jantava quando a filha de 12 anos diz:

- Tenho uma má notícia. Já não sou virgem! Sou uma vaca! E começa a chorar.

Silêncio na mesa! Diz o marido à mulher:

- Estava-se mesmo a ver! É por te vestires como uma pega. Com o mau exemplo que dás à menina todos os dias!...

E vira-se para a outra filha, de 25 anos:

- E tu também lhe dás um péssimo exemplo. Ficas no sofá a lamber aquele teu namorado…

A mãe não aguenta mais e grita:

- Ai é?!... E quem é que gasta metade do ordenado com prostitutas!? Achas que é um bom exemplo passares os fins-de-semana a veres filmes pornográficos, seu porco?

Desconsolada, com os olhos cheios de lágrimas e voz trémula, a mãe pega na mão da menina e pergunta:

- E como é que isso aconteceu, minha filha?

Entre soluços, a menina responde:

- Foi a professora! Ela mudou o presépio!... A Virgem agora é a Luísa. Eu agora sou a vaca!
13 / 49

Maldita carne!

A esposa, grávida, acorda durante a noite e chama o marido:

- Amor... amor!

- O quê?!

- Acorda!

- O que é?!

- Acorda!

Desorientado e assustado, o marido levanta-se e pergunta:

- O que é que aconteceu?!

- Estou com um desejo.

- Desejo?

- Sim... de comer carne de corvo!

- Corvo? Mas onde é que eu vou arranjar um corvo agora?

- Vai ao zoo.

- Estás maluca?! Não vou agora ao zoo. Vou, mas é pintar um frango de preto e depois comes.

- Não vou comer carne de corvo, mas vais-te arrepender se o nosso filho nascer com carinha de corvo.

Passam-se nove meses, chega o dia do parto e, quando o homem vai ver o seu querido filho, vê que o seu herdeiro é pretinho, mesmo pretinho. Meio apanhado, cheio de remorsos, corre para casa da mãe a lamentar-se:

- Mãe, eu não quis dar carne de corvo à minha mulher quando ela estava grávida e sentiu esse desejo, e agora o meu filho nasceu preto como o corvo.

A mãe, bem-humorada, acaba por tentar consolar o filho:

- Não chores meu filho! Quando eu estava grávida de ti, tive desejo de comer carne de boi, não consegui... e tu nasceste assim… corno, mas só agora é que se começou a notar.

Aleatórias

Esposa furiosa

19-11-2013 17:23, por Daniel

Imediato! O meu casaco vermelho!

31-05-2014 10:38, por Daniel

Não chames nomes!

23-07-2015 15:34, por Daniel

Fui roubada!

02-04-2016 17:34, por Daniel

Um belo dia na piscina!

02-04-2016 17:35, por Daniel

Férias

22-06-2017 12:35, por Daniel

Pouco tempo

15-12-2017 12:50, por Daniel
www.000webhost.com